Decor Econômica: Reaproveitamento de Móveis

Reaproveitar é a palavra chave, principalmente quando você quer uma decoração barata, mas de grande efeito. Muitas vezes temos um móvel que já está desgastadinho, sem graça e você nem quer mais ele por perto. Ou na casa de um parente, um amigo tem uma peça sobrando ou mesmo, em bazares, brechós é possível encontrar um móvel que já teve dias melhores, mas que ainda preserva um bom desenho, estilo e pode ganhar vida nova com uma pequena reforma.

Eu já fiz muito isso e ainda sou uma defensora do móveis mais antiguinhos, mas antes de comprá-los, vão algumas dicas:

  • Verifique se o móvel não está com cupim – o pozinho que os cupins deixam e pequenos furos na madeira indicam a presença do inseto que além de condenar o móvel ainda pode passar para outras peças de madeira da sua casa. Nem pensar!
  • Cheque se os móveis não foram remendados. Em geral, usa-se parafusos para prender as partes de um móvel de madeira, se há pregos em outros lugares é sinal de que, provavelmente, o móvel já foi desmontado muitas vezes. Quando isso acontece, as prateleiras, por exemplo, não se fixam como deveriam e caem com frequência quando se coloca peso sobre elas.
  • Móveis que tem partes “inchadas” provavelmente pegaram umidade e não devem ser adquiridos, pois irão se deteriorar rapidamente.
  • Não é recomendável escolher móveis de aglomerado para suportar muito peso, como uma estante de livros por exemplo, para isso prefira os de madeira ou MDF de boa qualidade.
  • Também é importante analisar as gavetas, verificando se correm bem e se as corrediças estão em bom estado. Abra as portas e teste dobradiças e o equilíbrio do móvel para ver se não se inclina ou balança com o movimento e se as peças não estão empenadas.

Se estiver em bom estado, peças como cadeiras de design, móveis clássicos como uma poltrona Luiz XV ou uma poltrona com pés cabriolet, sempre vale a pena porque podem ser repaginadas e dar personalidade ao seu ambiente. Usar cores fortes, tecidos chamativos, puxadores charmosos podem fazer um móvel antigo remoçar de imediato!

Tambpem é legal dar um novo uso à peça. Uma cômoda pode ser usada comoc riado mudo, ao lado da cama ou na cozinha para guardar faqueiros ou toalhas de mesa ou ainda, na sala como bar e cadeiras de modelos e cores diferentes podem conviver muito bem na mesma mesa de jantar. Experimente!

Agora que você já sabe como escolher os móveis, veja algumas ideias de reaproveitamento deles com muito charme

images (2).jpg

moveis-antigos-repAGINADOS.jpg

70fceb0a629d17f56a5c81bb31d2d136.jpg

157107746.jpg

0,,65747553-EXH,00.jpg

cadeira-color-13.jpg

cadeira poltrona retaurada azul e colorido.jpg
0,,65747553-EXH,00.jpg

132_foto1_imagem1

 

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Imagens: Minha Casa, Casa & Jardim, Suvinil, Viver Bem, Living etc, Decor 8

Anúncios

Gavetas pra que te quero!

Nem sempre curto muito as ideias de reciclagem e reaproveitamento. Muitas coisas acabam resultando em peças toscas e o que se gasta para o reaproveitamento nem sempre compensa, às vezes vale mais a pena comprar uma peça nova.

Porém, andei vendo algumas formas de reaproveitamento de gavetas que achei muito interessantes e resolvi divulgar. Vai que você tem um móvel velhinho aí em sua casa, mas com gavetas em bom estado e pode criar estas belezuras aí para dar um up na decoração, né?  Veja quanta coisa legal:

Nichos coloridos

9d32ec3c99d68026760b5909b83a8065

 

Organizadores de Bijous

9d99805d5fc5c75b7ea67f9fc5ed1ee3

422c1ccbdee50ab42a42d97afbfc27e2-451x800

0395025b75fdc175623c36bc0ab0122d.jpg

 

Mesinha de centro

f1870dbd01223103e2880982f6b12afa.jpg

Mais uma mesinha – super charmosa

388e17f3952dc813567cb0a8acfe31e5.jpg

Mini estante de parede

f359a7649b4b94e0219bcef1af70734e.jpg

 

Mural 

36383608d3aca09b447efe1bd42bf625

 

Banco/pufe

893f39c62dd8a4606006a5ff486c72d6.jpg

 

Caminha de cachorro

d9f069cbaae9aff08f9cd5cc2e817ba8.png

Os puxadores também podem ser reaproveitados e funcionarão como penduradores

e24a53220991c47ab8d2e846c557fe33.jpg

 

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

fotos: Apartmettherapy

 

Hoje é Sexta-feira!: Luminária de Garrafa de Vidro

Antes de começar o post de hoje tenho que dizer que tenho um pouco de medo de reciclagens e afins. Na minha opinião, em boa parte das vezes, as pessoas só produzem mais lixo, ao invés de reciclar de fato. Porém, algumas ideias são boas e podemos reproduzi-las para decorar nossas casas.

Há alguns anos vi em uma Campinas Decor um espaço gourmet que usava garrafas de vinho como luminárias pendentes. Nunca esqueci a ideia, que deixou o ambiente super bonito. Daí, que garrafa de vinho todo mundo tem em casa, né gente e dá pra criar uma atmosfera interessante em um ambiente de bar, um balcão de cozinha descontraído ou mesmo em um espaço gourmet ou churrasqueira e olha só como é fácil:

Você vai precisar de:

Você vai precisar de:

garrafa lustre 1

garrafa lustre 2

• 3 garrafas vazias (as utilizadas nas fotos é de espumante branco, mas pode ser a de vinho tradicional, em vidro verde)
• Fio com soquete para lustres suspensos (3 conjuntos)
• 3 lâmpadas de 40 W

• 3 canoplas
• Alicate
• Fita isolante
• Chave de fenda

Deixe as garrafas de molho por algumas horas para descolar os rótulos. Lave bem para retirar toda a cola. Leve-as a um vidraceiro e peça para cortar o fundo e o gargalo (existem algumas dicas na internet de como cortá-las em casa, mas eu tenho um pouco de medo).

Com as garrafas cortadas, passe o fio com os soquetes por dentro do gargalo para que o soquete fique dentro da garrafa e coloque as lâmpadas. A boca da garrafa deve ficar aberta para que o ar quente circule, evitando o risco de trincar ou até mesmo quebrar seu novo lustre.

Depois é só instalá-las na saída de luz já existente ou pedir que um eletricista faça isso pra você. Dá pra fazer tranquilamente no final de semana

Algumas ideias de uso:

luminarias-de-garrafas ae39939eb5e08a8e253d203d83af6229  
lustres-de-garrafas (1)

Se quiser,usar lâmpadas coloridas, pinte o interior das garrafas com tinta vitral, fica muito bacana

Industiral-pendente-&uacute

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

modo de fazer: doesustentabilidade

fotos: doesustentabilidade, M de Mulher, Elo7

Guarde sempre os alimentos em potes de vidro

O post de ontem sobre a limpeza dos alimentos ao chegar do supermercado foi um sucesso, ele teve o maior número de visitas dos últimos três meses. Isso significa que as pessoas estão ligadas nesta questão da limpeza e organização. Afinal, além de envolver a nossa saúde, envolve também o orçamento doméstico, pois alimentos mal conservados se perdem, passam da validade e causam prejuízos.

Eu tenho uma grande preocupação com alimentos que vêm em saquinhos, como açúcar, feijão, fubá, café, biscoitos etc, que uma vez abertos precisam ser guardados de forma correta para não estragarem nem receberem a “visita” de insetos. Muita gente tem o hábito de usar prendedores ou araminhos para fechar os saquinhos, mas eu não acho uma boa ideia, pois eles não ficarão adequadamente fechados e alguns, como biscoitos, por exemplo acabarão murchos pelo contato com o ar. Na minha opinião, a melhor forma de guardar estes alimentos é em potes de vidro fechados.

Parte da minha despensa

11755156_863329480421623_1745610356862121321_n

Mas não precisa ir correndo na loja e gastar uma grana comprando potes de vidro, você pode reaproveitar os potes de conservas e outros alimentos que acabariam no lixo reciclável. Aqui em casa, eu retiro os rótulos dos potes de azeitonas, molhos, palmito etc, depois coloco para ferver em uma panela com água e daí são usados para guardar os alimentos.

Esterilizar os vidros é fundamental

2381_G

Outra vantagem é que, como são transparentes, você consegue ver o que tem em casa e que está precisando incluir na lista de compras. E para ter um maior controle, indico escrever com caneta para vidro ou CD na parte de baixo a data de validade ou se preferir, cole uma pequena etiqueta com a data, assim você poderá aproveitar melhor o alimento.

Como faço em casa

11036623_863329493754955_100482858696032447_n

Outra forma

04-aprenda-a-organizar-os-armarios-da-cozinha

Eu dou preferência aos potes de vidro que considero mais higiênicos que os de plásticos e para evitar o aparecimento de carunchos, espalho folhinhas de louro pelo armário. Tem funcionado!

Você também pode fazer etiquetas ou pintar com tinta preta e escrever com giz e usar potes iguais ou diferentes, como eu costumo fazer   images potes-vidro-prateleira

Fotos: Claudia Medeiros, Martha Stewart, Panelinha

Claudia Medeiros é Designer de Interiores, Personal Organizer, Jornalista e editora do blog. Faça contato: claudia@claudiamedeiros.com.br, sefossenaminhacasa@gmail.com – (19) 98189-7955

Ideia simples e fofa

Eu já tinha visto essa ideia muitas vezes pela internet afora, mas por um motivo ou outro ainda não tinha colocado em prática. Daí, que estes dias, precisando de um solução pra dar uma iluminada no quintal para um ocasião especial, resolvi colocar a mão na massa.

Você vai precisar de vidros vazios e limpos de conservas, sem o rótulo, é claro (eu gosto destes mais baixinhos e usei de molho, champignon, geléia etc) e arame (eu usei os de artesanato, que são mais fininhos e maleáveis e tem opções de cores).

Enrolei o arame na parte externa da boca do vidro, onde tem aquela rosca para fechamento, dei várias voltar e fiz as alcinhas. Coloquei uma velinha dentro e pendurei nas árvores do quintal. Se quiser, você pode pintar o vidro com verniz vitral e dar um cor à lanterninha, mas eu gostei delas assim mesmo, completamente transparentes.

Olha, como ficaram penduradinhas:

Tá vendo que tem uma lanterninha vermelha lá atrás? Ela é da Etna e está custando 4,90 na liquidação, eu tenho várias e achei legal mesclar com as de vidro. 
O que vocês acharam da ideia de reaproveitamento dos potes de vidro?

Antes e depois: Era uma vez uma janela velha

Há mais de um ano, estava voltando pra casa, quando vi jogada na calçada partes de uma janela branquinha. Fiz o retorno, parei o carro, desci e coloquei a janelinha no porta malas. O porteiro do prédio em frente ficou me olhando desconfiado, sabe lá o que pensou. Doida?

E por um ano a janela ficou guardadinha num cantinho, esperando o dia em que conseguíssemos dar um jeito na varanda dos fundos para que eu pudesse reaproveitá-la. A casa está sendo repintada, era um laranja meio terracota e agora está verde, verde primavera da Sherwin-Willians (você já percebeu como a Sherwin-Willians é bem citada aqui? Eles poderiam patrocinar o blog, né?rsss). Daí, aproveitando a parede nova, dei um “tapa” na janela antiga.

Preservei a pintura original, mesmo estando meio descascada, deixei os vidros, que estão em perfeito estado, fiz uns detalhezinhos com molde de estêncil, comprei vasinhos de parede, de cerâmica, pintei, marido parafusou na madeira e pronto.

Faltam as flores, mas eu queria muito mostrar a vocês a minha arte. Estou dando uma ajeitada na varadinha, assim que estiver pronta, mostro tudo aqui.

Ah, e por falar em mostrar, tenho uma dica bem legal hoje, minha amiga e colega do curso de Design de Interiores, Mônica Fraga, criou um blog muito legal com achados fantásticos em decoração, design, arte, passa lá pra conhecer: Vai na Bagagem

Lixo de luxo

Se você é daquelas que acham que uma embalagem de vidro vazia deve ir diretamente para o lixo reciclável, saiba que a maioria tem muito potencial decorativo. Eu já contei aqui que nenhum pote ou garrafa de vidro aqui em casa, vão pro lixo – os potes com tampas são usados na despensa para armazenar farinhas, cereais, frutas secas, tudo para evitar que fiquem em sacos plásticos, pela metade.

As garrafas de suco, azeite, leite de coco e etc, geralmente viram vasinhos, como estas aí embaixo:

vidros de suco de uva, de azeite, de sais de banho, de suco de tomate e de óleo de banho

Não é incrível o que um maço de flores e umas garrafinhas vazias podem fazer pela sua casa?

E, não vou mentir, na maioria das vezes, no supermercado, escolho os produtos já pensando no que farei com as embalagens, como estas aí, que trouxe pra casa pela necessidade, mas também porque as embalagens cairão como luva nas minhas ideias.rs

Ah, infelizmente até o dia 16, as postagens serão raras, já que tenho muitos trabalhos pra entregar até esta data. Mas tentarei aparecer por aqui, ok?