Decor Econômica: Acrescente verde à sua vida

De repente bate aquela vontade de mudar a cara, o visual e o astral de um ambiente da casa, mas o dinheiro está curto e a decoração acaba ficando lá no fim do orçamento – uma forma bacana de decorar gastando pouco e que faz super bem ao clima da casa é acrescentar plantas e flores à decoração.

É claro que você deve saber escolher as plantas adequadas ao ambiente onde irão ficar e cuidar delas adequadamente, mas é um investimento pequeno perto do resultado que proporcionam. E é importante lembrar que a ciência já confirmou que tem plantas em casa é mais feliz! Quer mais que isso?21-decoracao-plantas-apartamento

Antes de sair comprando plantas para sua casa fique atenta a estas dicas:

Escolhendo a espécie:
Para quem tem varanda: Samambaia e pitangueira
Onde colocar – Num ponto em que recebam raios solares apenas pela manhã.
Quando regar – Em dias alternados.

Para quem não tem tempo de cuidar:

Cactos e Suculentas

Onde colocar – Onde peguem sol direto. Também aceitam luz indireta (se o local for claro).
Quando regar – 1 vez por semana (com sol direto), ou a cada 15 dias (com luz indireta).

6plantasdecoracao

Para quem gosta de flores:

Rosas e Violetas
Onde colocar – Num lugar bem iluminado. Não precisam de exposição direta ao sol.
Quando regar – Em dias alternados ou quando necessário.

Para quem gosta de cozinhar:

Manjericão e Hortelã
Onde colocar – Num lugar em que recebam sol direto o dia todo. Podem ser plantados no mesmo vaso.
Quando regar – Em dias alternados.

16-cozinha-vasinhos-em-cima-da-bancada

horta-na-cozinha-600x414.jpg

17-cozinha-vasos-em-cima-da-bancada.jpg

Como regar

Tome cuidado para não regar demais. Nunca deixe o solo encharcado, com água boiando sobre a terra, pois isso pode apodrecer as raízes. Molhe também as folhas.

Não se lembra se regou a planta ou não? Coloque o dedo na terra. Se o solo estiver seco, é hora de colocar água.

Em geral, as plantas devem ser molhadas de manhã. As exceções são os cactos, que preferem água à noite, e plantas que pegam sol direto (é melhor regá-las no fim do dia, pois isso evita que a água evapore).

Escolhendo o vaso
Os vasos de barro são melhores que os de plástico, pois são mais úmidos. Se as raízes começarem a se emaranhar, ou sair pelo fundo do vaso, é sinal de que ele ficou pequeno – e é hora de trocá-lo por um maior.

Como fazer a manutenção

Adubo – A cada seis meses, é bom trocar a terra do vaso (que estará pobre em nutrientes) e pôr adubo. Retire dois dedos de terra, coloque uma camada fina de adubo e regue.

Limpeza – As plantas sofrem com a poluição. Uma vez a cada três meses, pelo menos, limpe a sujeira acumulada nas folhas usando água e os dedos.

Tire os excessos – Remova os galhos e as folhas secas. Não corte rente demais (deixe 1 cm do galho morto). Não se preocupe em podar. Só é necessário em casos específicos, como o do bambu.

Decoracao-com-plantas-662x516.jpg

Combate às Pragas

Pulgões e cochonilhas são as mais comuns. Às vezes a planta já vem infestada. Mas você também pode trazer a praga na roupa, após uma ida ao parque. Os sintomas são manchas escuras no caule. Em alguns casos, dá para ver os bichinhos espalhados pela planta.

Usando uma luva, tente tirar os insetos com a mão. Não conseguiu pegar todos? Faça chá de fumo de tabaco: um punhado de fumo para 1 litro de água. Aplique a cada dois dias, com um borrifador, até matar a praga.

Outra opção é o óleo de neem, um produto natural encontrado em lojas de jardinagem. A vantagem é que já vem pronto para uso.

21-banheiro-orquidea-madeira.jpg

Iluminação – a grande maioria das plantas precisam de luz natural. Por isso, o ideal é procurar colocar as plantas perto de portas, janelas, vidraças ondes possam receber um pouco de luz do sol e escolher plantas que se adequem às condições de luz que você tem.

4-vasos-plantas-entrada.jpg

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Imagens: Planeta Sustentável, Minha Casa. Living etc, Martha Stewart, Minha Casa Minha Cara

 

Anúncios

Jardim de Vasos – tenha o seu!

Nem todo mundo tem quintal, jardim ou outro espaço com terra em casa para preencher com plantas. Porém, isso não significa que não dá para criar uma área verde. Cada vez mais os jardins de vasos ganham fãs exatamente por não exigirem áreas de terra nem grandes espaços e muito menos uma manutenção trabalhosa.
Quando eu estava cursando Design de Interiores, um dos meus professores explicou que sempre que possível desencorajava o cliente a criar um canteiro e indicava um jardim de vasos porque segundo ele, nunca haveria problema de infiltração nem gastos excessivos com a manutenção, já que em espaços menores o dono do jardim é quem geralmente põe a mão na massa, ou melhor, na terra.

O jardim de vasos também vale para quem vive em apartamento, e só tem um terraço ou uma varanda. O mais importante é escolher espécies adequadas às condições de espaço e luminosidade. Não adianta querer colocar dentro de casa uma planta que adora sol. Rapidinho, ela vai começar a definhar.

Como fazer

O tamanho do vaso é muito importante. O ideal é que ele tenha um quarto do tamanho que a planta deve atingir na idade adulta, assim ela crescerá sem maiores problemas. Se o espaço for pequeno opte por plantas de menor porte. Tambem fica muito interessante o uso de vasos afixados em paredes. O jardim de vasos, além da rega frequente, exige também, adubação todo mês, de acordo com a espécie e limpeza das folhas.

Frutíferas também se dão bem em vasos

Árvores frutíferas não precisam necessariamente estar no chão. Mais uma vez, é preciso escolher o vaso de acordo com a planta, mas é possível ter no seu espaço, espécies como amora, romã, jabuticaba, limão, laranjinha kinkan e tantas outras.

Decoração

Além de levar o verde para dentro de casa, é importante pensar na decoração destes espaços. Deques, bancos e mesinhas de madeira ou ferro, almofadas e futons coloridos preenchem o espaço com muito charme e criam ambientes de relaxamento.

Os vasos também devem ser escolhidos de acordo com o local em que ficarão. Se a área recebe sol intenso e chuva, vasos de materiais sintéticos podem não ter a durabilidade esperada. Vasos de cerâmica comuns ou os lindos vasos vietnamitas, que por conta de seu acabamento vitrificados resistem ao sol e chuva e às mudanças de temperatura, são as melhores escolhas.

Pedriscos e pisos rústicos são ótimas opções para estes ambientes e se o espaço permitir, uma parede colorida dará ainda mais vida aos seu jardim. Iluminação também é bem vinda ou mesmo lanternas com velas para criar um clima gostoso.

Vamos ver algumas ideias?

Verde pra que te quero

01-cinco-jardins-lindos-feitos-de-vasos

03-cinco-jardins-lindos-feitos-de-vasos (1)

05-cinco-jardins-lindos-feitos-de-vasos (1)

08-cinco-jardins-lindos-feitos-de-vasos

11-cinco-jardins-lindos-feitos-de-vasos

14-cinco-jardins-lindos-feitos-de-vasos

vasos grandes 1

vasos_280914

 

Varandas de apartamento super charmosas

duo arquitetura

jardim de inverno em vasos 5

Vila-Bacana-vasos-vietnamitas-ambiente

 

Quer vasos lindos para criar o seu jardim? A Inspiratta tem! http://www.inspirattata.com.br

Fotos: Casa Claudia, Casa & Jardim, Casa Vogue, Duo Arquitetura

De flores e bichos

Eu amo flores, árvores, plantas em geral. Por sorte, tenho um quintal enorme, dá um trabalho enorme também, é verdade, mas é muito bom  ver as plantas crescendo, florindo, colorindo o espaço.

Em matéria de flores, minhas preferidas são as orquídeas e hoje tenho quase 50 vasos. Aqui em casa, fui mudando as flores de lugar até perceber onde se desenvolviam e floresciam e hoje elas se espalham pelo corredor lateral de casa, onde bate sol apenas algumas horas por dia.

Aprendi também que precisam de adubo e uso este aqui, que custa baratinho, cerca de 3 reais a caixinha:

Aplico a cada 30 dias e elas reagem muito bem ao seu uso e dão flores com mais frequência.

Olha as duas bonitonas do momento:

Orquídea Vanda – ganhei do marido hoje, Dia dos Namorados, ela não precisa de vaso, só tem uma cestinha como aparador e suas raízes podem chegar a 1 metro.

Phalaenopsis – esta ganhei no Dia das Mães e continua lindinha na mesa de jantar

Catléia – estas são da chácara de uns amigos, lindas, né?

Mas, como nem só de orquídea, vive um jardim, aqui outra que sempre floresce por aqui: alpínia purpurata. Lindíssima!

Flor de maio, que só da flor em junho!rss

E, por último a ciclamen. Esta é uma daquelas flores que a gente vê linda no supermercado e pensa que nunca mais dará flores. Ledo engano, tenho várias e todas vivem floridas, independente da época do ano. Esta comprei na semana passada no Carrefour e paguei 5,90. Reparem no balde de gelo como cachepô. Todos os outros cachepôs estavam em uso e assim escondi aquele vasinho de plástico preto tão feinho.

Bom, e pra não dizer que não falei dos bichos. Depois de mais de 40 peixes, uma cachorra, duas gatas e uma jabuti, apresento a vocês, Pompom, nossa coelhinha da raça Mini Loop.

Esqueçam tudo o que disseram sobre coelhos, ela não cheira mal e nem faz sujeira. Uma fofa!

Depois da chuva, vem a bonança

Por aqui choveu, choveu e depois choveu mais um pouco. Fora quase duas semanas de muita chuva, que por sorte não causaram nenhum estrago na região. Agora, finalmente o sol voltou, o céu está azul e o calor do verão brasileiro vem marcando presença.

O resultado das chuvas, além dos muros verdes de limo, foram estes aí:

as marias-sem-vergonha e as pimentas, super coloridas:

a trepadeira está crescendo – sonho com o dia em que ela preencherá a pérgola:

as plantas ao redor da fonte estão exuberantes:

Só porque hoje é primavera!

Como disse há algus dias, só de saber que a primavera estava pra chegar, já deu uma tremenda vontade de cuidar do quintal, dar uma ajeitada nas plantas, na varanda, enfim, renovar!

Queria muito mostrar hoje como a varanda do quintal está ficando, mas como ali estão os móveis que estamos recuperando (lembra deles?), ainda não dá pra mostrar, não, mas mostro a janela recuperada, hoje toda florida. Nâo ficou primaveril?

E você também sente os ares da renovação com a chegada da primavera?

Aqui em Campinas a primavera chegou trazendo uma chuvinha, ainda bem tímida, mas é melhor que nada!

E por falar em primavera, não se esqueça, vai até o dia 24 o sorteio do livro com os melhores projetos de varandas, jardins e hortas de Casa Claudia. Vai perder? Não, né, então clique aqui.

Tempo de orquídeas

Já disse aqui o quanto adoro orquídeas e, com a proximidade da primavera, elas ficam ainda mais bonitas. As daqui de casa demoram bastante pra florescer, mas neste momento, estão nos presenteando com sua beleza.

Vejam só:

Na pérgola (preciso mostrar a vocês como este cantinho de casa está ficando gostoso – assunto pra outro post). O suporte é uma velha tábua, que marido lixou até ficar assim clarinha – das phalaenopsis e uma catléia vermelha:

No quintal, num tronco velho, no meio das árvores:

No corredor da garagem – várias estão floridas:

E não se esqueça: continua o sorteio do kit de jardinagem da Sanremo! O link está aí ao lado. Você não vai perder, né?

E não esqueça, agora na lojinha, tudo em 3 vezes sem juros e sem parcela mínima!!

E por falar em orquídeas…

A passadinha no Carrefour ontem pra abastecer a geladeira pro fim de semana rendeu mais uma orquídea pra coleção de quase 30 vasos da flor.

A Phalaenopsis de 18,90:

Tão linda, que nem parece de verdade:

E tem mais novidade na lojinha, atendendo a pedidos, chegaram as gaiolinha de ferro branquinhas e por um preço muuuito melhor desta vez:

Uma campeã de vendas, que estava esgotada voltou – a chaleira vermelha com apito:

E pra dar mais charme na cozinha, latas de café: