Organize-se: Quando o caos se instala, por onde começar?

Na última postagem o assunto eram as etapas para se começar o processo de organização, mas existem situações mais graves que exigem formas diferentes de abordagem.  Quando a bagunça é muito grande, quando ninguém encontra mais nada dentro de casa, quando não há mais espaço para nem mais uma agulha, são necessárias estratégias mais direcionadas. Como dar jeito no caos?

Por uma série de motivos, nem todo mundo consegue ser organizado – ou porque não sabe como organizar ou porque não tem ajuda dos familiares, por falta de tempo, afinal, infelizmente a organização da casa ainda é vista como “obrigação” da mulher e é preciso lembrar que a maior parte das mulheres tem dupla ou tripla jornada, ou seja, fica difícil!

Mas quando a situação atinge o limite, é preciso repensar esta rotina. Primeiro, organizar é função de todos, cada um deve ser responsável por seus pertences, inclusive as crianças, que podem participar da divisão de tarefas desde cedo. Segundo, reúna a família, determine um dia que todos possam estar disponíveis e mãos à obra.

Prioridades na organização da casa

1. Cozinha

Este ambiente deve ser o primeiro, pois geralmente é onde boa parte das tarefas da casa são executadas, onde passamos boa parte do dia e é preparamos os alimentos.

Jogue fora os alimentos com validade vencida ou aparência duvidosa, lave e guarde as louças, talheres e panelas. Evite o acúmulo de sujeira na cozinha, como lixo sobre a pia, ou cestos de lixo cheios. Esvazie-os, lave bem e coloque um novo saco de lixo. Mantenha a bancada da pia, fogão e mesa limpos e o mais vazios possíveis. Nada de deixar um monte de coisas sobre as área de trabalho, isso atrapalha e te faz perder tempo.

Como-organizar-cozinha-810x539.jpg

2. Banheiros

Os banheiros são os próximos também por serem espaços muito utilizados e com grande risco de proliferação de bactérias e doenças. Evite acumular lixo, estes devem ser acondicionados em sacos plásticos e retirados todos os dias. Também deve ser tarefa diária lavar e desinfetar o vaso sanitário, box de banho e pias. Não deixe toalhas molhadas por dias dentro do banheiro, elas precisam tomar sol pelo menos em um período do dia, ou pelo menos secar em local arejado para evitar a formação fungos e bolor. Toalhas de banho devem ser trocadas pelo menos uma vez na semana e as de rosto e de mão cada dois dias. As roupas sujas também devem ser retiradas todos os dias.

download

Evite manter muitos itens sobre a bancada – produtos de higiene, cremes, sabonetes etc devem ser mantidos dentro de armários, deixe expostos somente os que estão em uso. Não deixe livros, revista e jornais jogados no banheiro, além de ficarem expostos à umidade, geram mais bagunça. O vitrô do banheiro deve ser mantido aberto a maior parte do dia, além de renovar o ar, não deixa criar mau cheiro e evita o mofo.

Bancada-banheiro-7

 

3. Quartos

Para manter o quarto organizado a melhor opção é fazer isso diariamente, evitando acumular roupas fora de armários ou gavetas. Não estou dizendo para fazer uma mega arrumação no quarto todos os dias, estou sugerindo que você deve guardar todas as roupas que não estão sujar, pendurá-las no cabide ou dobrá-las corretamente para que na hora que for usá-las estejam em condições, sem amassados etc.

images (2)

O que estiver precisando de reparos deve ser separado e já encaminhado para a costureira e o que está sujo já vai direto para ser lavado. Se a lavagem ocorrer aos finais de semana ou em dias pré-determinados, acomode as roupas na lavanderia arejadas e não úmidas ou molhadas. Sapatos devem ser limpos antes de colocados nos armários e é importante deixá-los pelo menos algumas horas arejando, isso evita umidade, mau cheiro e conserva os sapatos por mais tempo.

sapateiras10.jpg

4. Sala

Este ambiente que, geralmente é o principal da casa, onde se recebe visitas e onde se passa boa parte do tempo, relaxando, assistindo TV etc deve ser agradável e livre de alimentos, lixo, calçados, roupas e bolsas. Para isso é preciso ser disciplinado e evitar o hábito de chegar em casa e já deixar as coisas na sala. Vá direto aos ambientes corretos e acomode os objetos. Se habitue a guardar o que usou no espaço, como CDs, revistas, livros, copos, sobras de comidas, assim sua sala estará sempre em ordem.

cópia-de-Cecilia-TV-042.png

5. Quintal

Como este espaço fica fora de casa, pode ser o último a ser organizado, mas não por ser menos importante, o quintal ou jardim merecem atenção especial, pois é muito comum acumular lixo, entulhos e tudo o que precisa sair de dentro de casa. Este hábito pode atrair animais e insetos. Fique atenta!

Não deixe lixo por mais de um dia no local e ele nunca deve estar aberto, o ideal é acomodá-los em sacos plásticos resistentes e bem fechados.

Jardim-63.jpg

Organização é questão de disciplina, conscientização e prioridade. Manter tudo organizado e limpo te poupará tempo e te proporcionará mais prazer em sua casa.  A manutenção fica muito mais fácil quando a parte mais “pesada” já foi feita. Depois desta “força-tarefa”, não deixe mais o caos se intalar. Acompanhe ou pesquise as postagens do blog com o tema Organize-se e boa sorte!

 

Claudia Medeiros é Designer de Interiores e Personal Organizer: (19) 98189-7955

Imagens: Pinterest

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Anúncios

Organize-se: As etapas do organização

Há algum tempo eu não postava mais sobre organização e, de uma certa forma, o blog estava meio abandonado, mas resolvi retomar as postagens e toda terça-feira vamos ter posts de organização novamente, que é um dos assuntos mais procurados por aqui. Tem muita coisa sobre organização no blog, procure pela tag Organize-se e veja tudo o que já foi falei sobre o assunto.

Organização é algo muito pessoal e tem que funcionar em sintonia com o dia-a-dia de quem vive na casa ou trabalha no local. Como boa virginiana, sempre fui muito organizada, mas quando resolvi me aprofundar no assunto, fazer cursos etc, descobri que organização vai muito além da forma correta de armazenar as coisas. Tem a ver com o uso, com a rotina, os hábitos. Por isso, a organização feita de forma personalizada é a que mais funciona e se mantém por mais tempo.

Como personal organizer, antes de iniciar o trabalho, tenho uma longa conversa com o cliente e tento inclusive, envolvê-lo na organização, assim como a funcionária da casa, se houver.

Se a bagunça está grande e você pode contratar uma Organizadora Pessoal, ótimo! Se não puder, faça você mesmo, mas da forma correta para não fazer duas, três ou mais vezes o mesmo serviço. E lembre-se antes de tudo, organizar não é arrumar, não é deixar bonitinho.

Três etapas fundamentais da organização

Avaliação

Tudo o que está em um determinado lugar, mas não pertence a ele, deve ser retirado. Muitas vezes, a bagunça se torna parte do ambiente e você até acha normal aquela pilha de revistas ao lado do sofá, o cesto de brinquedos perto da mesa de jantar ou aquele  monte de contas jogadas de qualquer forma dentro da gaveta. A bagunça é um fenômeno que pode se alastrar pela casa e você em um determinado momento começa a achar normal, mas não deve ser assim.

Fazer lista não deixa você ser perder em meio à bagunça

lista-de-casamento-como-fazer-revista-icasei-6

Analise todos os ambientes e anote em uma folha de papel tudo o que te incomoda, o que deveria estar em outro lugar ou nem estar mais em sua casa. Faça também anotações em relação à manutenção dos espaços, como lâmpadas queimadas e etc. Identifique os pontos mais críticos, onde a organização deve ser prioritária.

Encontre o lugar certo para cada coisa

Esta é a hora de achar soluções para os problemas que você listou e é a parte mais importante, afinal tudo tem que ter um lugar e se não há lugar para um determinado item, talvez ele seja desnecessário na sua casa e a solução seja se desfazer dele, doando ou jogando fora. Com os espaços cada vez menores, é importante saber que você só deve ter em casa o que usa mesmo, tudo o que é desnecessário induz à bagunça.

Doe tudo o que não usa, não serve para você, mas pode ser útil para outras pessoas

caixa-guardando-voluntária-da-doação-do-homem-com-brinquedos-velhos-90351052

O correto é organizar tudo por “famílias”: produtos de limpeza, devem estar na lavanderia, roupas de cama devem ser guardadas juntas no armário da rouparia ou no guarda roupas, alimentos na cozinha ou despensa, produtos de higiene pessoal no banheiro e assim por diante.

Se tudo o que é necessário para você não cabe no espaço disponível, é hora de procurar alternativas – eu tenho uma cama baú, onde cabe muita coisa, mas existem outras soluções, como pufes, que também são baús, caixas organizadoras que podem ir debaixo da cama, espaço debaixo da escada que pode ser transformado em armário, prateleiras e nichos extras (nestes casos tenha  preocupação de manter tudo na mais absoluta ordem, pois os itens ficarão expostos e se não estiverem organizados podem aumentar a sensação de bagunça.

Coloque tudo no lugar

Esta é a hora da verdade, mas não é tão assustadora como parece. Se você já definiu um lugar para cada coisa, não será tão difícil assim. Defina um ambiente de cada vez, escolha o mais crítico porque quando ele estiver em ordem, vai te incentivar a deixar os outros em ordem também. Pegue uma caixa vazia para colocar tudo aquilo que encontrar fora do lugar e depois guarde em seu devido local, como o livro jogado na sala ou os brinquedos no meio do corredor, daí quando for arrumar o escritório coloque o livro na estante ou quando for organizar o quarto dos filhos, ponha os brinquedos no local certo. Tudo o que não tiver um lugar, uma função ou não é usado há pelo menos um ano pode ir para a doação ou para o lixo.

Biblioteca de um cliente, organizada por mim

29496188_1667309786690251_979749892110942208_n

Super importante

Envolva todos os moradores da casa nesta tarefa, afinal você não deve ser a única pessoa responsável por manter as coisas em ordem. Cada um deve cuidar de seus objetos. As crianças pequenas podem e devem saber que ao final da brincadeira devem guardar os brinquedos, mostre a elas o lugar certo de cada coisa, se necessário, coloque etiquetas indicando onde devem ficar os carrinhos, bonecas ou Legos.

Claudia Medeiros é Designer de Interiores e Personal Organizer: (19) 98189-7955

Imagens: Claudia Medeiros e Pinterest

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Organize-se: Vem mudança por aí

Já me mudei de endereço várias vezes. No tempo em que pagava aluguel era assim, vencia contrato, aumentava o valor e lá íamos nos mudar. Em breve, vou passar por mais uma mudança de endereço, mas que é também mudança de vida e estou animadíssima. E, organizada que sou, já comecei a pensar em como será a mudança.

Desta vez, como vou me mudar para um imóvel três vezes menor, vou levar muito poucos móveis e eletrodomésticos e mesmo entre os itens menores, tenho feito “uma limpa” e já doei muita coisa e também vendi outras tantas em sites de vendas e na minha página de desapegos. Afinal, vou precisar de dinheiro para comprar tudo o que não poderei levar.

Ainda não sei quando me mudarei e isso me deixa bem ansiosa, mas já tracei algumas estratégias e resolvi compartilhar neste post, pois sempre tem mais alguém passando pela mesma situação.

Planejamento – se for possível planejar com antecedência, melhor, mesmo que não tenha muito tempo é importante criar uma estratégia para que o estresse não tome conta dos seus dias. Pegue um caderno ou faça uma planilha no computador com as tarefas que você acha importantes. Eu, por exemplo, já comecei a juntar caixas. Como tenho espaço, sempre que vou ao mercado, padaria etc já trago as compras na caixa, pensando em usá-las na mudança.

593875

Trabalhe com prazos – algumas coisas não dependem somente de você: pode ser que o contrato da nova residência demore mais tempo do que o previsto para ser assinado, ou a transportadora não tenha mais dias disponíveis na semana que você gostaria de se mudar, entre outros imprevistos.

O que vai e o que fica – O momento da mudança é essencial para que você se desfaça de tudo o que não usa. Pense que quanto menos coisas levar, mais barata será a sua mudança. Então, comece este processo o mais rápido possível. Como é um trabalho mais demorado, tente iniciar pelo menos, um mês antes da mudança e se estiver lidando com itens que usa pouco, já pode encaixotá-los para facilitar o trabalho. Eu já comecei e acho que já me livrei de quase metade do que tinha.

Seja rigorosa com o que não precisa levar: roupas, sapatos, brinquedos, livros e objetos pessoais que não servem mais, estão quebrados ou não tem mais uso para você e sua família devem ser descartados. O que estiver em bom estado, mas não te serve mais, pode ser trocado ou vendido em grupos da internet.

361139.png

  • O que descartar? Objetos que estão esquecidos dentro de um armário há anos com certeza não tem mais nenhuma finalidade.
  • Livros que já foram lidos e não são necessários para consulta podem ser doados, dados de presente ou trocados por outro novo em um sebo.
  • Roupas e brinquedos sem uso há mais de um ano com certeza não precisam ser levados
  • Doe para instituições de caridade ou para amigos o que não quiser mais, com certeza você fará outra pessoa feliz.
  • Neste post tem um monte de dicas do que descartar

Como embalar:

mudanca

  • Organize as caixas por cômodo ou por cada membro da família.
  • Comece pelas roupas da estação oposta à atual, por exemplo: se você estiver no verão, encaixote todas as roupas de inverno, edredons, cobertores etc.
  • Embale itens similares juntos, assim na hora de procurar alguma coisa na casa nova, ficará muito mais fácil
  • Livros que não são muito usados e objetos de decoração também podem ser embalados logo no início.
  • Deixe por último somente o que você realmente utiliza sempre.
  • Uma dica ótima para facilitar a organização na nova residência é escrever nas caixas o nome do cômodo ou da pessoa que aqueles objetos pertencem, além do tipo de objeto que contém ali. Por exemplo: “Quarto Pedro – brinquedos”
  • Quando embalar itens frágeis, como pratos, use panos de prato, toalhas de mesa, etc para reduzir o atrito e amortecer o impacto ou use plástico bolha.
  • Para proteger os copos, embale-os em sacos de papel ou use caixas com separadores para evitar que se quebrem.
  • Embale os talheres diretamente nos organizadores, usando papel kraft ou filme plástico. As facas pontiagudas devem ser enroladas em panos de prato para proteção.
  • Embale as panelas junto com a tampa em filme plástico ou use elásticos.
  • Embale alimentos, condimentos e artigos de cozinha em plásticos com fecho. Para produtos abertos, use um plástico na tampa para conter vazamentos.
  • Embale vidros em plástico bolha.
  • Embale as roupas que estão no cabide, diretamente em sacos de lixo.
  • Se a mudança incluir os móveis, embale a gaveta de roupas íntimas e acessórios ou outros objetos ao invés de embalar somente o conteúdo. Caso não seja possível, coloque o conteúdo em caixas ou sacos reforçados.
  • Use filme plástico ou sacos plásticos para vedar as embalagens de cosméticos e itens de higiene pessoal para evitar vazamentos.
  • Vede os produtos de limpeza com fita adesiva.
  • Embale aparelhos de TV em um edredom ou cobertor para protegê-los de riscos, enrole e identifique os cabos e guarde parafusos para a montagem.
  • Passe uma fita em formato de nos espelhos X para evitar que se quebrem.

No próximo post passo dicas de como se organizar na casa nova.

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Organize-se: tudo o que você precisa para ter a cozinha em ordem

A cozinha é um dos ambientes mais usados da casa e por isso mesmo o que tem maior tendência a fica bagunçado. Porém, se é um dos mais usados precisa sim estar sempre organizado para facilitar o trabalho. Além disso, a cozinha é um dos espaços de uma construção que vem perdendo mais medidas ao longo dos anos e, quando o ambiente é pequeno é mais necessário ainda mantê-lo em ordem.

Por tudo isso o post de hoje traz dicas legais para que você possa aproveitar melhor a sua cozinha. Vamos ver?

– Se você tem uma bancada de tamanho legal, vale a pena deixar sobre ele os itens que usa diariamente, como cafeteira, torradeira, talheres de trabalho e temperos. Se usa todos os dias, limpará todos os dias, por isso não precisa ter a preocupação que vai empoeirar ou engordurar. Isso só acontece om aquilo que usamos muito raramente. Porém, se sua bancada é pequena, esqueça!

– Deixe os objetos que você usa só de vez em quando no fundo dos armários ou em algum outro depósito. Assim, você garante espaço para o que é prioridade.

– Arranje uma cesta ou uma caixa decorada para colocar as miudezas.

– Limite seus utensílios de cozinha àqueles que você usou no último ano. Jogue fora ou doe o resto.

– Guarde suas coisas no lugar mais próximo possível de onde serão usadas, por exemplo: ponha as panelas perto do fogão, os pratos e travessas devem ficar próximos, assim como xícaras e pires, copos, canecas e jarras também. Forme famílias, isso facilita muito o uso.

foto-5B1-5D-6-.jpg

– Separe um cantinho na cozinha para os itens do café da manhã, como: café, filtro, cafeteira, garrafa térmica, açúcar, adoçante e por aí vai. Se tiver lugar, mantenha=os expostos na bancada ou em uma prateleira mais baixa do armário.

– Pendure uma  lousa ou quadro de aviso na despensa ou dentro da porta de uma armário da cozinha para bilhetes, números de telefones importantes e listas de compra.

– Use e abuse de produtos organizadores dentro das gavetas  para organizar louças e demais itens, e assim sua cozinha ficará mais organizada, prática e com mais espaços nos armários.

img_1_32_3420.jpg

– Talheres são peças que ficam bagunçadas com frequência, por isso é fundamental ter organizadores nas gavetas.

um brinco

– Usar ganchos, barras e penduradores é uma ideia ótima, mas tudo que fica à vista tem que estar organizado e limpos, não se esqueça disso.

DSC00743-1024x576.jpg

Organização-cozinha.jpg

– Existem no mercado vários itens para organizar e ganhar espaço nos armários. Use e abuse deles.

images

 

– Utilizar a parte interna das portas dos armários é uma alternativa legal para uma área que geralmente é desperdiçada.

medidores.jpg

 

– Deixar itens visíveis, em prateleiras ou em área do armário que tenham porta transparente é uma ideia legal e até decorativa, mas fique atenta para deixar visíveis as peças mais bonitinhas e acima de tudo, organização e limpeza são necessárias.

potes-expostos-na-cozinha.jpg

 

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Imagens: Martha Stewart, Um Brinco, Organize Sem Frescura, Oz!

 

 

Organize-se: Tenha seus acessórios em ordem e sempre à mão

Eu vou confessar: sou louca por acessórios. Adoro blusinhas e outras peças básicas para poder usar e abusar de acessórios. Meus preferidos são os maxi-colares e os lenços. Uso muito e tenho muitos, por isso sei a importância de estarem organizados para não ter o perigo de deixar de usar porque não encontro. E sei que a maioria das mulheres também ama acessórios, mas como estão os seus ? Estão em ordem? Eu acho que este post pode te ajudar muito.

organizar-acessorios-claudia_4

Pulseiras – Caixas ou suportes específicos são uma boa ideia, mas você também pode fazer o seu próprio organizador utilizando caixa de sapatos, basta encapar com um papel bonito ou contact e fazer divisórias para ficarem mais bem organizadas. Também pode usar cestinhos ou caixas pequenas para organizá-las em gavetas.

gavetas

pulseiras.jpg
Colares – A melhor forma é mantê-los pendurados, pois assim não enroscam uns nos outros. Eles podem ficar pendurados em um quadro ou em ganchos na parede. Não é recomendável deixar em caixas, pois eles vão ficar todos enroscados.

dcoracao-diy-2

colar

Anéis – Também pode se recorrer aos organizadores específicos, mas também é uma solução usar caixas específicas ou montar a sua, usando caixinhas de bombons mais firmes, caixa de Ferrero Rocher e até forminha de gelo.

ferrero

aneis.jpg

Cintos – Se houver espaço para que fiquem pendurados é uma boa, mas se não houver espaço, divisórias de gavetas, colméias ou divisórias de papelão feitas por você mesma também funcionam.

cint.jpeg

cintos.jpg

cinto

Lenços – Os lenços podem ser enrolados e guardados em caixas ou gavetas com divisórias ou ainda pendurados conforme as sugestões.
lenço

lenlço.jpg

organizar-acessorios-claudia_9

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram, Pinterest  e no tsu – coisas lindas todos os dias

Fotos: M de Mulher, Villa Mulher,Vida Organizada, Tu Organizas, Oz!. Minha Casa, Casa Claudia

Organize-se: Como organizar todas as gavetas da casa

Toda casa tem gavetas. Seja no quarto, na cozinha, no banheiro, a  gaveta de bagunça, onde se coloca de tudo e depois não se acha nada! Enfim, as gavetas são super úteis, principalmente para itens pequenos, mas precisam ser organizadas de acordo com seu uso para que sejam realmente úteis.

Neste post vou dar dicas de como organizar as gavetas de cada espaço da casa para que sejam melhor aproveitadas.

Gaveta de roupas – Camisetas ocupam muito menos espaço se forem dobradas em três partes, ficando na altura da profundidade da gaveta – tente!

ded5ff3a2bc15d2e8176e406b9e46eaf.jpg

Para itens menores, como biquinis, lingeries, meias e etc não inventaram nada melhor que as divisórias do tipo colméia. Fazem o espaço render e fica tudo organizado e fácil de achar.

enhanced-buzz-12279-1393283043-4.jpg

images

 

Gaveta de acessórios e bijus – Se for possível uma gaveta já com divisórias, fica tudo mais fácil, mas se não for o caso, organizadores de talheres, forminhas de gelo e divisórias de acrílico próprias para bijuterias são excelentes formas de manter tudo em ordem, sem enrosco.

caixa_organizadora_divisorias_bijuterias-1.jpg

Gavetas-4.png

como-organizar-bijus3

organizebijucpa

gaveta bijoux bhg

images (1)

 

Gaveta de maquiagem – Se suas makes ficam em gavetas, uma boa forma de organizá-las é usando caixinhas, organizadores de talheres e mini-bandejas, assim as makes não ficarão espalhadas e rodando pela gaveta, correndo o risco de quebrarem ou esfarelarem.

53a072faec6b8_-_cos-21-storagehacks-de.jpg

c50cba78f018e26da1a730f91c173552.jpg

use-as-gavetas.jpg

 

Gaveta de talheres – Os organizadores próprios são a melhor opção, mas também é possível criar divisões com MDF ou papelão forrado com contact, separando os talheres por uso e também por tamanho.

4408.jpg

Beechwood-Cutlery

divisorias-diagonais-gaveta-cozinha.jpg

Organizador-de-armazenamento-de-gaveta-de-talheres-de-cozinha-mesa-armário-de-gavetas-semitransparente-organizar-casa.jpg

oseph_Joseph_Organizador_Talheres_DrawerStore_-_in_use_800x600_1024x1024.jpgtumblr_lsx6q5Me5E1qgr26q.jpg

 

(ex) Gaveta da Bagunça – Todo mundo tem uma gaveta onde “enfia” as coisas, geralmente esta gaveta está em algum móvel próximo da entrada da casa, onde todo mundo da família coloca as correspondências, propagandas, cardápios de delivery, chaves, bloquinhos, canetas etc.

O ideal é ter um lugar para cada coisa, assim a gaveta não fica bagunçada e você encontra o que precisa. O correto é começar fazendo uma triagem: separe as correspondências assim que são entregues, guarde as contas em uma pasta com divisórias, por exemplo. Propagandas devem ser eliminadas imediatamente para que a casa não se encha de papel, guarde apenas se for algo que você está precisando no momento. Cardápios de delivery devem ser guardados apenas se você realmente tiver intenção de pedir. Se você é vegetariano, por exemplo, não faz sentido guardar cardápios de churrascaria. Os daqui de casa ficam em uma pastinha e só guardo o que uso mesmo, nada de deixar um monte jogado por aí.

organizador-de-gavetas-com-caixas-de-cereal-2.png

 

Gaveta do Escritório ou de Material Escolar – Geralmente nestas gavetas ficam muitas miudezas. Nesta caso, as divisórias são ainda mais importantes ainda e vale a mesma ideia da gaveta de bagunça – você pode comprar divisórias e caixinhas ou fazer suas próprias divisórias, no tamanho que desejar, em papelão forrado com contact.

6-home-office-drawer-organizers

5501ac605dc78ea72d0213e6f9ed08a6.jpg

escritorio13.jpg

escritorio14.jpg

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram, Pinterest  e no tsu – coisas lindas todos os dias

Fotos: M de Mulher, Minha Casinha,Vida Organizada, Tu Organizas, Oz!

 

Organize-se: 40 dicas para economizar

Outro dia li um texto compartilhado no facebook falando sobre como economizar e a importância deste hábito. O texto listava 100 dicas de economia. Algumas eu achei meio bobinhas, por isso baseada naquela lista fiz a minha, com o que achei interessante e que, na minha opinião, funciona de verdade!

É claro que tudo depende dos hábitos, da forma como se vive, das preferências etc. E eu acho importante ter um foco também – economizar pensando em algo que se quer, é uma forma bacana de ter sucesso! Eu, por exemplo neste momento estou economizando para o apê novo e  em tudo o que quero e preciso fazer lá e também em algumas viagens que venho me programando para fazer com os filhos, então aqui vai minha lista. Espero que seja útil:

1 – Repense as tarifas bancárias – Os bancos cobram tarifas absurdas. Por motivos de trabalho, eu tinha conta em dois bancos. Em um pagava 55 reais mensais de taxa e no outros, 11 reais e tinha os mesmos serviços. Assim que foi possível encerrei a conta em um deles, adivinha em qual? Economia de 660 reais em um ano!

images (2)

2  – Regra dos 30 dias – Toda vez que você estiver pensando em comprar alguma coisa, espere trinta dias e veja se você ainda vai querer aquele item. Frequentemente, o impulso de comprar passa e você economizará apenas por ter esperado. Você pode fazer “lista dos 30 dias” e escreva nela o que quer comprar   e espere para ver o que será realmente necessário.

3 – Faça uma lista antes de ir às compras. E limite-se a ela! Ninguém jamais deveria entrar numa loja, drogaria ou mercado sem uma boa ideia do que vai comprar. Anote o que precisa antes de sair e seja fiel à lista. Não coloque nada no carrinho que não esteja anotado

seudinheiro-Lista-de-compra-de-supermercado-635x423.jpg

4 – Receba os amigos em casa ao invés de sair – Praticamente todo programa em casa custa menos do que fora. Convide os amigos para um churrasco em vez de ir a um rodízio. Ou faça um jantar com comidinhas e bebidinhas legais. Todo mundo pode colaborar, gastar bem menos e ainda se divertir.

5 – Conserte as roupas em vez de jogá-las fora – Eu  perdi 12 quilos nos últimos seis meses e até comprei alguma roupinhas novas, mas levei muitas peças na costureira para que fosse ajustadas. Roupas que não me serviam mais há tempos, viraram novidades depois da costureira. De uma certa forma, renovei o guarda-roupa gastando pouquíssimo.

6 – Diversão com as crianças também pode ser de graça – A maioria das crianças, especialmente as menores, se divertem com muito pouco. Invente brincadeiras, organize sessões de cinema e pipoca na sala, leve-os ao parque  e à pracinha para que brinquem ao ar livre. É claro que vai rolar um cineminha ou um outro passeio mais bacana, mas a diversão pode ser mais barata do que você imagina.

7 – Aprenda a viver sem cartão de crédito – Eu já tive cartão e já tive dívidas, hoje não tenho mais nem uma coisa nem  outra e sou feliz assim. Se você é bastante controlada, ótimo! Senão, melhor não ter.

8 – Venda o que não usa mais – Hoje existem muitos sites e grupos no facebook de vendas de itens usados. Com certeza você tem em sua casa coisas que não usa mais, de roupas a brinquedos, passando por livros, eletrônicos etc. Venda e ganhe um dinheirinho. Como estou perto de me mudar e não tenho interesse em vários móveis e outros itens, já vendi várias coisas e reservei o dinheiro para compra do que vou precisa no no novo apê. Está valendo super a pena.

Vendas-de-garagem.jpg

9 – Cozinhe em casa –  Eu já falei neste post e neste outro  sobre como se organizar para cozinhar mais facilmente e gastando menos. Sair para comer fora é uma delícia e eu também faço isso, mas sem exagerar. No dia a dia, a comida é feita em casa mesmo e com isso, comemos de forma mais saudável e  gastamos menos.

10 – Cozinhar pode ser divertido –  Junte a família, defina o cardápio e  todos devem colocar a mão na massa.Aqui, fazemos pizza em casa, eu uso a máquina de pão para sovar a massa. Fazemos também hamburger e até aquele bolinho que está na moda compra na casa de bolos é feito em casa. Os dois filhos adoram exibir os dotes culinários e além de divertido, gastamos muito menos, fica tudo muito bom e mais saudável.

11 – Faça comida a mais e congele – Tortas, lasanhas e outras receitas que podem ser feitas em uma uma assadeira grande são fáceis de preparar e podem ser divididas em porções e congeladas. Neste final de semana, aproveitando o friozinho e meu amor por sopas, cozinhei um monte de legumes e fiz creme de abóbora, de mandioquinha, sopa de alho poró. Está tudo prontinho na geladeira, é só esquentar.

12- Planeje o cardápio de olho nas ofertas – Fique atenta aos itens da estação e às ofertas dos supermercados. Aproveite os itens em promoção para montar o cardápio semanal. Com certeza, você irá economizar.

zweq.jpg

13 – Não desperdice as sobras de comida – Se sobrou frango assado, desfie e faça um escondidinho ou uma torta. A carne de panela pode ser aproveitada no molho da massa. E por aí vai, o importante é não jogar comida fora! lembre-se da sua mãe dizendo que era pecado.rs

14- Leve marmita. Em vez de almoçar fora, leve comida de casa. Muita gente acha que é vergonha, coisa de pobre. Nada disso! E com um pouco de preparação cuidadosa em minutos dá para preparar um almoço bem gostoso e economizar. Eu, durante muitos anos fiz isso e não sentia vergonha nenhuma.

15- Tome banhos mais curtos. O chuveiro é responsável por 44% do consumo de energia elétrica de uma casa. Portanto, controle o tempo do banho. A chave na posição “verão” gasta até 40% menos energia, daí ser importante usar a posição “inverno” somente nos dias frios. Pense ainda na possibilidade de instalar placas solares para esquentar a água do chuveiro o ano todo. A economia vale o investimento.

16 – Instale lâmpadas de LED. Elas custam cerca de cinco vezes mais do que uma fluorescente, mas têm uma vida útil cinco vezes maior também e consomem muito menos energia elétrica. Com apenas 6 a 8 watts de potência ilumina igual a uma incandescente de 100 watts e reduz a conta de luz em 90%.

17 – Troque livros, CDs, DVDs e outros itens em sites e feiras – Aproveite as feiras de trocas que acontecem na sua cidade. Sua biblioteca vai ser atualizada sem grandes gastos.

18 – Compare preços – se você compra sempre no mesmo supermercado pode estar perdendo dinheiro. Comparar preços deve ser um hábito para tudo o que você for comprar, de ovos a uma TV. Existem vários sites que fazem pesquisa de preço, além de poder pesquisar diretamente nos sites de lojas e supermercados. Aproveite a comodidade para economizar de verdade.

19 -Valorize seus sonhos e desejos – A viagem dos sonhos, a troca do carro ou a geladeira nova podem ser recompensas depois de um período economizando. Faça uma lista do que deseja e estipule um período para obtê-las baseado em seu orçamento e na economia que é capaz de fazer e fique atenta para não sair do foco. A sensação da conquista é ótima e te incentiva a novos desafios.

images (1).jpg

 20 – Cancele assinaturas de revistas que não lê – até por conta do trabalho, eu assinava e comprava  várias  revistas, a maioria só folheava. Algumas, nem tinha tempo de tirar do plástico. Não assino mais nenhuma, vejo quase todas pelos sites e quando acho algo muito interessante, vou na banca e compro. Imagine a economia.

21 – Compre presentes fora de época – Todo ano tem natal, tem Dia das Mães, dos Pais etc e se você se organizar, pode comprar os presentes antes das datas e guardar. Tudo aumenta de preço próximo das datas comemorativas. Aproveite promoções e compre aquele presente que tem a cara da pessoa, mesmo que a data ou o aniversário ainda esteja longe. Com certeza, o presente será mais bacana que aquele comprado às pressas e você ainda irá economizar.

22 – Faça trabalho voluntário. É uma forma muito legal de conhecer pessoas novas e envolver-se em um projeto positivo que pode levantar o seu astral e de outras pessoas. Quando você tem contato com uma realidade diferente da sua, passa a valorizar ainda mais o que tem e a questionar a necessidade de uma vida tão consumista.

23 – Experimente as marcas genéricas – Se você costuma usar sempre a mesma marca, saiba que pode estar perdendo dinheiro. Pelo menos uma vez, experimente a marca própria do supermercado ou uma versão genérica do produto. Se você conferir os rótulos dos produtos irá descobrir que muitas vezes, o genérico é do mesmo fabricante ou produzido com os mesmos ingredientes. Dê uma chance àqueles que gastam menos em publicidade e, por consequência são mais baratos.

images.jpg

24 – Não se esqueça das dívidas – Desenhe um gráfico ou algo parecido que ilustre a suas dívidas e deixe-o em local visível. Vá atualizando o gráfico toda vez que pagar ou quitar uma das dívidas, assim além de não esquecê-la, você ficará atenta aos seus progressos.

25 – Organize seu guarda-roupa – Se você, como a maioria das mulheres, vive dizendo que não tem roupa, faça uma faxina no armário e separe o que realmente não usa e doe ou venda. Esta é uma oportunidade de descobrir roupas que estavam esquecidas e que podem renovar o look. Comigo sempre funciona.

26 – Fique de olho na programação cultural e de lazer gratuita da sua cidade – Aqui em Campinas, onde moro, existem pouquíssimas opções gratuitas, mas se você mora em uma capital, por exemplo, vai encontrar sessões de cinema, shows de qualidade e outras atividades que podem fazer o seu final de semana diferente, sem que você tenha que gastar mais com isso.

27 – Examine a conta do celular e procure por cobranças indevidas – Dê uma olhada em cada item da conta e entenda tudo o que você está pagando. Tem operadora que cobra por recebimento de torpedos que o cliente nem solicitou (torpedo marketing)! As cobranças indevidas lideram as reclamações contra operadoras de telefonia celular. Um levantamento feito pelo Procon de São Paulo aponta que 65% das queixas referem-se a cobranças de valores errados. Também vale a pena rever sempre que possível o seu pacote de serviços, ás vezes você está pagando por algo que não usa e pode optar por um outro pacote que é tão interessante quanto, mas por um valor muito menor. Isso aconteceu recentemente com a conta da minha filha, que caiu de 190 para 57 reais!!

28 – Migre para o plano pré-pago de celular – Defina um valor e vá se adaptando a ele, se por acaso não lhe atender, procure outras opções de valores. Uma coisa e certa: você não terá sustos quando receber a conta.

images (3).jpg

29 – Faça seus próprios produtos de limpeza – Neste post aqui e neste, eu dou várias receitinhas de misturas para a limpeza que funcionam muito bem e são escandalosamente mais baratas que os produtos industrializados. Faça!

30 – Coloque suas contas em débito automático. Muitas operadoras de TV por assinatura e de telefonia dão descontos para clientes que deixam a fatura no débito automático. Mas não esqueça de conferir a fatura todo mês para não deixar passar nada errado.

31 – Planeja suas férias com antecedência e faça economia – Viajar é, na minha opinião, um dos maiores prazeres, mas não é algo barato. Porém, se você se programar com antecedência vai conseguir encontrar passagens aéreas e pacotes com valores muito mais interessantes. Cadastre-se em sites como Decolar.com e outros do tipo e fique por dentro de todas as promoções. A diferença de preços é gritante.

32 – Se não assiste à  TV a cabo, cancele – Existem várias opções mais baratas e interessantes. Em casa, assistimos basicamente filmes e desenhos animados. Cancelamos a assinatura da TV e optamos pelo Netflix e sites como o Popcorn. A despesa que temos hoje representa cerca de 10% do valor que pagávamos com a TV e não usávamos.

33 – Compre em grandes quantidades em atacadões ou atacarejos – Produtos que são consumidos diariamente podem e devem ser comprados em grande quantidade para redução dos custos. Itens como sacos de lixo, detergente, sabão, papel higiênico etc vão custar muito menos se você comprar em grandes quantidades e, como não são perecíveis, você terá a certeza de que não haverá desperdícios.

34 – Nunca desista de quitar as dívidas. Encontre maneiras de zerar a dívida. Se você está devendo para o banco ou cartão de crédito, fique muito atento às propostas de financiamento, na maioria das vezes, a parcela cabe no seu bolso, mas a dívida aumenta ainda mais por conta dos juros. Tente negociar pagamento à vista usando algum bônus do trabalho, férias, 13º ou coisa do tipo, a diferença é enorme.

35 – Mude os maus hábitos – aquele cafezinho de todo dia que você toma na padaria pode estar minando os seus esforços. Pode não parecer, mas um cafezinho de 3 reais pode significar um gasto de 700 reais ano longo do ano. Será que você precisa mesmo dele todos os dias?

36 – Pague a si mesmo primeiro – Se sua estratégia é esperar até todo o resto ser pago e poupar aquilo que sobrou, reconsidere este processo. É muito mais produtivo separar já no dia do pagamento o valor que quer poupar e depois pagar as contas e  fazer as compras necessárias Assim, a “poupança” estará garantida.

37 – Você só economiza dinheiro se aplicar o dinheiro – Se conseguiu um belo desconto no seguro do carro, renegociou uma taxa de juros mais baixa no financiamento do imóvel ou conseguiu um desconto em uma compra, aplique estes valores. Se estes dinheiro economizado “se misturar” com o das despesas, já era! Aplique. Coloque no banco. Procure opções rentáveis. Faça o dinheiro se multiplicar.

cofre-porquinho.jpg

38 – É possível se vestir bem gastando pouco – Se você acha que só se veste bem quem anda coberto de grifes, está super enganada. É possível comprar peças bacanas em liquidações, em lojas de departamento e no comércio popular. Acesses os sites de moda e veja o que é bacana ter no guarda-roupa. Segui a moda nem sempre é uma boa ideia, muitas coisas são passageiras e não valem o investimento. Peças como um vestido preto, um jeans bem cortado, uma calça preta, um bom blazer, camisas e camisetas brancas fazem milagres no dia a dia. Tudo isso somado aos acessórios certos vão te deixar elegante sem um rombo no orçamento.

39 – Cuide-se bem – Ter uma boa aparência é importante para a auto-estima, para o trabalho, para a vida, por isso é fundamental além de se vestir bem, manter o cabelos em ordem (os meus são pintados em casa, só vou ao salão para cortar, para a progressiva ou em alguma ocasião muito especial). Faço as unhas toda semana no salão – por muito tempo fiz em casa, mas perdia tempo e não ficava bom, porém procurei um salão que não oferece luxo,  mas um serviço de qualidade, é perto de casa e tem um valor honesto. Frequento a academia do clube, assim como meu filho faz taekwondo no clube também e nos verão, usamos a piscina. Somando tudo, ficou mais interessante do que pagar a academia para mim, o taekwondo pra ele etc e etc.

40 – Não abra mão dos pequenos prazeres – Economizar não precisa significar levar uma vida monástica. Você trabalha bastante e merece gastar consigo mesma e com sua família. Eu adoro um bom vinho e não abro mão, mas procuro promoções. De vez em quando, vamos a um restaurante legal. Curtimos um cineminha (eu e os filhos), mas procuramos os dias de promoção. Enfim, é possível ser feliz, mesmo cortando uma coisinha aqui e outra ali.

Comece já! Marque com um círculo as dicas que têm mais a a ver com você e comece a aplicá-las na sua vida. 

 

Esta lista foi baseada na lista de Emerson Wan – Planejador Financeiro Certificado e escreve sobre finanças pessoais, integração vida-trabalho e independência financeira precoce e nas minhas experiências pessoais.

Imagens: UOL, Terra Economia, Ceasa, M de Mulher