De quantas tomadas você precisa para viver?

 

dic3a1rio-de-obra-do-apc3aa

Planejar a parte elétrica de uma reforma é fundamental. O ideal é você saber onde ficarão os eletrônicos para projetar a distribuição das tomadas, os tipos, tamanhos etc. Porém, não se deve pensar apenas nos eletrônicos fixos como geladeira, TV etc, mas também em todos os outros eletrônicos que você tem em casa, como notebooks, games, celulares que precisam ser carregados etc

Outro dia, uma amiga me perguntou qual a quantidade ideal de tomadas em um ambiente e eu vejo isso como algo muito pessoal, de acordo com os hábitos e a quantidade de eletrônicos que cada pessoa ou família usa.

No meu apartamento, mandei fazer 24 tomadas novas. Sim, pode parecer exagero, mas por ser um apartamento dos anos 1980, havia uma tomada em cada quarto e duas na sala e duas na cozinha. Ou seja, inviável nos dias de hoje e com a quantidade de aparelhos eletrônicos que temos. No meu caso, que adoro uma maquininha, pensei realmente em poder usar os eletrônicos sem restrição de local.

Paredes de um dos quartos rasgada e já rebocada para receber as novas tomadas

16194995_1247975948623639_8139349199680602141_n.jpg

Como o objetivo deste post é orientar, vou sugerir as tomadas que acho importantes em cada ambiente da casa:

Quartos

  • abajur ao lado da cama – um ou dois, se for cama de casal
  • uma para TV, se tiver outro aparelho usado junto (decodificador, videogame etc), é legal ter uma tomada dupla para não ter necessidade de usar um T ou fazer alguma gambiarra
  • se tiver computador no quarto ou outro aparelho fixo é legal ter mais uma
  • mais duas tomadas para aparelhos eventuais

Banheiros

  • tomada dupla para secador, barbeador etc

Lavanderia

  • uma para lavadora
  • uma para secadora (se tiver)
  • uma para o ferro de passar

Cozinha

  • Listar os aparelhos fixos: fogão, geladeira, freezer, microondas, forno, lavadora de louças etc
  • Duas ou mais tomadas duplas na bancada de trabalho

Sala

  • Listar os aparelhos fixos: TV, videogame, decodificador, abajur etc
  • Duas ou mais tomadas duplas em pontos estratégicos

 

É importante identificar as caixas de distribuição de cada cômodo para definir o posicionamento das tomadas – um eletricista é quem deve fazer isso

16174971_1247975905290310_3366272974591141065_n

Dicas: Fazer a tomada dupla dá, praticamente o mesmo trabalho que fazer uma tomada simples, mas você ganha mais um ponto e não vai precisar usar um T, fazer uma gambiarra e correr o risco de provocar um curto circuito.

Abrir as paredes para tomadas deve ser uma das primeiras tarefas da reforma. Depois de rasgar as paredes, você vai precisar rebocar a área, passar massa corrida e depois pintar, ou seja, pense bem em todos os pontos de elétrica que precisa para não ter retrabalho, prejuízo ou atrasos na obra.

Agora que já tem uma boa noção do que precisa ser feito, mãos à obra!

Imagem: Claudia Medeiros

Logo: Luiza Medeiros

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

 

 

 

 

 

 

E a ganhadora das capas de almofadas foi….

A Silvia Tavares! É ela que vai levar pra casa as capas das almofadas. O sorteio que foi feito aqui no blog e no instagram teve uma participação muito bacana e por isso já estou pensando em fazer um outro, aguardem!

15492125_1209696542451580_3253506366273276513_n.jpg

Eu tinha prometido fazer o sorteio no dia 18 de dezembro, mas como viajei, acabei ficando enrolada, por isso o sorteio foi feito com o resultado da Loteria Federal do dia 7. Muito obrigada a todos que participaram!

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

Vem que tem venda de garagem

Em breve vou me mudar, vou sair da minha casa de quase 250m² para um apartamento de 80m² e estou super feliz e animada com isso. Vejo esta mudança como o início de um novo ciclo em minha vida, um ciclo onde tenho certeza de que serei muito feliz e venho trabalhando para isso e a mudança de endereço vai ser a cereja do bolo.

Porém, por motivos óbvios, não vou poder levar a maioria do meus móveis, afinal não caberão no espaço e outras coisas não quero mais mesmo, sabe aquela ideia de vida nova, nova fase etc? Pois é… Eu sempre quis fazer uma venda de garagem porque realmente tenho muita coisa bacana que quero vender, mas como brasileiro não entende muito essa vibe de venda de garagem, resolvi criar uma venda de garagem virtual no facebook e tem sido muito legal até agora, com os itens que já vendi comprei um cooktop e o piso e pastilhas da cozinhas.

E a ideia é vender tudo o que puder, pois além de me desfazer do que realmente não vai pro caminhão da mudança, junto uma grana para comprar tudo o que vou precisar e que não é pouco.

Muitas coisas que estou vendendo nem foram usadas, tem coisas da loja de decoração que tive e que ainda estão embaladas. Tem itens de decor, coisas pra casa, roupas, calçados, bolsas, acessórios. Clique aqui e tomara que goste! Se você é de Campinas ou região, combinamos a entrega, caso seja de outra cidade, posso mandar pelos Correios, como já venho fazendo.

download

 

 

 

High and Low ou Hi-lo

O estilo High and Low surgiu na moda e tem a ver com a mistura de peças mais caras com outras mais baratinhas, como por exemplo, usar um vestido de grife com um colar artesanal. E, como a moda e a decoração sempre andaram juntas, o High and Low faz muito sucesso também dentro das casas.

As peças “high” são aquelas com alto valor agregado, ou seja, produtos feito por artistas, designers ou arquitetos famosos. Em contrapartida, as peças “low” são aquelas mais básicas, que completam o ambiente, mas que nem sempre chamam a atenção. Normalmente não são assinadas e  sozinhas, podem até passar desapercebidas.  Podem ser encontradas em ferros velhos, antiquários ou até mesmo supermercados. Mas, quando são bem escolhidas e colocadas no mesmo ambiente dão muita personalidade à decoração.

Porém, é necessário criar um equilíbrio interessante entre as peças para que o ambiente fique interessante. Tudo parte da ideia que uma mistura bem feita pode ser muito mais interessante que um ambiente com tudo “combinadinho”. Dentro desta proposta também a mistura do novo e antigo fica muito legal. Vamos ver?

Mistura de rústico e clássico

 

7.jpg

 

Já falei que não gosto de pallets na decoração, mas veja só que bacana quando estão em bom estado e a combinação é com peças mais chiques

Family-Room-Denis-Sarges-42b6c6ed5d1.jpg

 

Tacos, aparador de máquina de costura e luzinhas junto a sofá contemporâneo e poltrona Eames

foto01.jpg

Iluminação aparente, madeira rústica e peças de designhigh_and_low_post-1170x600.jpg

Mesa feita de porta antiga e base de livros somada à peças super bacanudashl2.jpg

Molho Funghi

Esta é uma daquelas receitas que têm o dom de impressionar. Uma simples massa ganha uma cara mais chique com este molho, que é super simples de fazer, mas de grande efeito.

A primeira vez que comi foi em um restaurante tradicional de Campinas e a massa acompanhava filé mignon, mas eu dispenso o filé, na minha opinião, massa é prato único e não precisa de carne, mas pra quem gosta, pode ser uma boa!

12688187_960051174082786_5986321746626574847_n

 

Como eu faço o meu Molho Funghi:

Ingredientes:

  • 80 gramas de funghi secchi
  • 1 lata de creme de leite
  • 1/2 cebola média picada, bem fina
  • 1 colher cheia de margarina ou manteiga
  • 1 dente de alho
  • 250 ml do caldo de funghi
  • 1 colher de sobremesa de maisena
  • 250 g de macarrão penne

Preparo:

Hidrate o funghi em 400 ml de água por 30 minutos. Reserve o caldo e pique bem fino os funghis. Refogue a cebola e o alho na margarina ou manteiga. Assim que dourar acrescente o funghi picado e refogue por alguns segundos.

12494920_960051260749444_355128618107278326_n.jpg

12743682_960051230749447_2175147188641312526_n Adicione o caldo do funghi e quando estiver quase fervendo acrescente o creme de leite e a maisena. Mexa até engrossar o caldo. Acrescente sal a gosto.

12717723_960051187416118_6320043672436508949_n

Sirva com sua massa preferida. Fica um arraso.

12734091_960051144082789_2688026239249000505_n

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Imagens: Claudia Medeiros

Organize-se: Como montar seu enxoval básico de cozinha

Vai juntar as escovas de dentes? Ou pelo contrário, acabou de se separar? Está saindo da casa dos pais? Enfim, seja qual for a situação, no momento em que vai montar sua casa é preciso pensar em um enxoval mínimo para a cozinha.

Independente de gostar de cozinhar ou não, você provavelmente irá comer em casa alguns dias da semana e precisará de certas peças que vão te impedir de levar uma vida, digamos “selvagem”.

Eu listei aquilo que considero básico para iniciar as compras, com o tempo você vai descobrindo outras necessidades e vai adquirindo novos itens, mas para começar esta lista está boa demais:

·  Abridor de lata e saca-rolhas

· Apoio de panela

· Assadeira antiaderente

· Colheres para cozinhar, antiaderente e de pau ou bambu

·Concha e escumadeira antiaderentes

· Copos e taças

. Faqueiro com pelo menos, 12 peças

. 12 pratos (6 rasos e 6 fundos)

· Cortador de pizza

· Escorredor de arroz

· Escorredor de massa

· Espremedor de alho

· Facas para cozinhar

· Formas de gelo

· Frigideiras e panelas (na dúvida, compre um conjunto básico, que contém variedade em tamanhos)

· Panos de prato

· Porta-detergente e esponja para pia

· Lixeira

· Pegador de massa

· Potes de mantimento

· Potes de plástico com tampa

· Potes para micro-ondas

· Saleiro e açucareiro

· Tábuas para alimentos (o ideal é ter uma para carne e outra para legumes)

· Tampa para micro-ondas

· Tesoura

· Toalhas de mesa

· Vassoura, rodo e pá de lixo

Dicas:

Utensilios-coloridos-4
– Aposte em peças que também podem ser decorativas, escolha uma cor para todos os itens ou misture tudo e tenha uma cozinha colorida. O legal é sair da mesmice.

– Se não tiver espaço para guardar todos os itens, alguns podem ficar visíveis, existem kits de talheres de serviço que podem ficar pendurados ou use jarras e potes divertidos para expôr os talheres.

download

enhanced-buzz-30561-1427834996-38

– Ter um organizador de gavetas é uma ótima forma de manter os talheres em ordem, não custam caro e são facilmente encontrados.

– Eletrodomésticos como liquidificadores, batedeiras etc também são muito úteis, mas representam um investimento um pouco maior e vão depender do seu estilo de vida. Se você é uma pessoa que gosta de cozinhar, com certeza irá sentir mais necessidade deles. Caso contrário, pode ir comprando aos poucos.

Na próxima semana, as dicas serão de como montar um enxoval básico de cama, mesa e banho.

 

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Imagens: Shoptime, Westwing