Organize-se: As etapas do organização

Há algum tempo eu não postava mais sobre organização e, de uma certa forma, o blog estava meio abandonado, mas resolvi retomar as postagens e toda terça-feira vamos ter posts de organização novamente, que é um dos assuntos mais procurados por aqui. Tem muita coisa sobre organização no blog, procure pela tag Organize-se e veja tudo o que já foi falei sobre o assunto.

Organização é algo muito pessoal e tem que funcionar em sintonia com o dia-a-dia de quem vive na casa ou trabalha no local. Como boa virginiana, sempre fui muito organizada, mas quando resolvi me aprofundar no assunto, fazer cursos etc, descobri que organização vai muito além da forma correta de armazenar as coisas. Tem a ver com o uso, com a rotina, os hábitos. Por isso, a organização feita de forma personalizada é a que mais funciona e se mantém por mais tempo.

Como personal organizer, antes de iniciar o trabalho, tenho uma longa conversa com o cliente e tento inclusive, envolvê-lo na organização, assim como a funcionária da casa, se houver.

Se a bagunça está grande e você pode contratar uma Organizadora Pessoal, ótimo! Se não puder, faça você mesmo, mas da forma correta para não fazer duas, três ou mais vezes o mesmo serviço. E lembre-se antes de tudo, organizar não é arrumar, não é deixar bonitinho.

Três etapas fundamentais da organização

Avaliação

Tudo o que está em um determinado lugar, mas não pertence a ele, deve ser retirado. Muitas vezes, a bagunça se torna parte do ambiente e você até acha normal aquela pilha de revistas ao lado do sofá, o cesto de brinquedos perto da mesa de jantar ou aquele  monte de contas jogadas de qualquer forma dentro da gaveta. A bagunça é um fenômeno que pode se alastrar pela casa e você em um determinado momento começa a achar normal, mas não deve ser assim.

Fazer lista não deixa você ser perder em meio à bagunça

lista-de-casamento-como-fazer-revista-icasei-6

Analise todos os ambientes e anote em uma folha de papel tudo o que te incomoda, o que deveria estar em outro lugar ou nem estar mais em sua casa. Faça também anotações em relação à manutenção dos espaços, como lâmpadas queimadas e etc. Identifique os pontos mais críticos, onde a organização deve ser prioritária.

Encontre o lugar certo para cada coisa

Esta é a hora de achar soluções para os problemas que você listou e é a parte mais importante, afinal tudo tem que ter um lugar e se não há lugar para um determinado item, talvez ele seja desnecessário na sua casa e a solução seja se desfazer dele, doando ou jogando fora. Com os espaços cada vez menores, é importante saber que você só deve ter em casa o que usa mesmo, tudo o que é desnecessário induz à bagunça.

Doe tudo o que não usa, não serve para você, mas pode ser útil para outras pessoas

caixa-guardando-voluntária-da-doação-do-homem-com-brinquedos-velhos-90351052

O correto é organizar tudo por “famílias”: produtos de limpeza, devem estar na lavanderia, roupas de cama devem ser guardadas juntas no armário da rouparia ou no guarda roupas, alimentos na cozinha ou despensa, produtos de higiene pessoal no banheiro e assim por diante.

Se tudo o que é necessário para você não cabe no espaço disponível, é hora de procurar alternativas – eu tenho uma cama baú, onde cabe muita coisa, mas existem outras soluções, como pufes, que também são baús, caixas organizadoras que podem ir debaixo da cama, espaço debaixo da escada que pode ser transformado em armário, prateleiras e nichos extras (nestes casos tenha  preocupação de manter tudo na mais absoluta ordem, pois os itens ficarão expostos e se não estiverem organizados podem aumentar a sensação de bagunça.

Coloque tudo no lugar

Esta é a hora da verdade, mas não é tão assustadora como parece. Se você já definiu um lugar para cada coisa, não será tão difícil assim. Defina um ambiente de cada vez, escolha o mais crítico porque quando ele estiver em ordem, vai te incentivar a deixar os outros em ordem também. Pegue uma caixa vazia para colocar tudo aquilo que encontrar fora do lugar e depois guarde em seu devido local, como o livro jogado na sala ou os brinquedos no meio do corredor, daí quando for arrumar o escritório coloque o livro na estante ou quando for organizar o quarto dos filhos, ponha os brinquedos no local certo. Tudo o que não tiver um lugar, uma função ou não é usado há pelo menos um ano pode ir para a doação ou para o lixo.

Biblioteca de um cliente, organizada por mim

29496188_1667309786690251_979749892110942208_n

Super importante

Envolva todos os moradores da casa nesta tarefa, afinal você não deve ser a única pessoa responsável por manter as coisas em ordem. Cada um deve cuidar de seus objetos. As crianças pequenas podem e devem saber que ao final da brincadeira devem guardar os brinquedos, mostre a elas o lugar certo de cada coisa, se necessário, coloque etiquetas indicando onde devem ficar os carrinhos, bonecas ou Legos.

Claudia Medeiros é Designer de Interiores e Personal Organizer: (19) 98189-7955

Imagens: Claudia Medeiros e Pinterest

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Anúncios

Roxo, a cor do Príncipe

Há alguns meses a Pantone resolveu homenagear o cantor e músico Prince, falecido no ano passado, usando uma de suas principais referências, a música Purple Rain e a cor púrpura. Desde então,  o cantor possui oficialmente a sua própria tonalidade de roxo, intitulado Love Symbol #2, em referência ao símbolo que Prince usava como nome.

prince-pantone-color-instintute-love-symbol-2-920x598.jpgPantone-inspired-by-Prince

Eu amo Prince, achei a homenagem linda e também amo roxo e já pensei em ter esta cor na sala do meu apartamento, mas depois mudei de ideia e optei por cores bem mais claras, mas não acho impossível ter um ambiente decorado com roxo. É uma cor mais difícil, mas que fica incrível se bem usada.

O efeito da cor roxa – remete à nobreza e poder. Significa espiritualidade e intuição, portanto, é uma cor que simboliza o mundo metafísico. É a cor da alquimia e da magia.

Vamos ver algumas dicas de como usar:

1 – A cor pode ser usada em qualquer ambiente, na área externa e em ambientes internos como salas, quartos e cozinha. Só tenha cuidado para não deixar pesar, já que é uma cor forte.

imagem-266.jpg

2 – Se o espaço é pequeno deixe o roxo para os detalhes, como um item na cerâmica, na marcenaria ou objetos de decoração. Já em espaços maiores, pode estar em uma parede, em um sofá, em um móvel e até como portas de armários.

top10-quartos-roxos_09.jpg

3 – O roxo combina vai bem com várias cores, mas é preciso respeitar o ambiente para conseguir uma mistura bacana – em um quarto feminino, pode ser combinado com o rosa; na sala, com cinza ou bege; na cozinha, com aço inox; e na área externa, com turquesa ou laranja.

sala-roxa.jpg

4 – Evite usar o roxo com as cores escuras. Não misture com o preto, por exemplo, pois pode criar uma atmosfera depressiva nos ambientes.

5 – Vale utilizar em objetos como almofadas e vasos. Ou em detalhes nos tapetes e em jogos americanos – na decor, vai muito bem e se você enjoar, é só trocar!

bright_living_room1.jpg

6 –  No quarto infantil, o roxo, num tom mais claro, também pode ser usado. Vai conferir uma atmosfera acolhedora e relaxante ao ambiente.

Combinações interessantes

Combine o roxo com o amarelo – esta combinação deixa o roxo mais alegre e iluminado.
Tons-de-amarelo

Roxo com o azul – combinação perfeita para espaços pequenos e discretos. Utilizar um azul mais claro vai ajudar na preservação do contraste entre as duas cores e destacar o roxo.

top10-quartos-roxos_13.jpg

 

Roxo com o laranja – esta mistura de cores quentes e frias e favorece o destaque de alguns elementos da decoração. O laranja é resultado da mistura de duas cores que combinam com o roxo, o amarelo e o vermelho, fica muito bom!

33ed6dfa3834d5dc28f7ac683d75cd24--room-decor-mariana.jpg

Misture o roxo com o verde, que resulta em um ambientes calmos, refrescantes, com propriedades relaxantes, combinação perfeita para salas íntimas, banheiros e quartos.

decoracao-quarto-bebe-gemeos-verde

Imagens: Casa Vogue, Casa de Valentina, Minha Casa, Quartos.net

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

Mostra + Sustentável 2017

Mostras de decoração são ótimas oportunidades de conhecermos as principais tendências em arquitetura e design e eu faço questão de visitá-las sempre. Desta vez, o blog foi convidado para visitar uma mostra diferente e com um propósito e temáticas lindos, a Mostra + Sustentável 2017.

Nesta mostra, o objetivo foi mostrar que é possível construir e reformar se apoiando na sustentabilidade.  O projeto sem fins lucrativos tem caráter colaborativo e em sua primeira edição, promoverá a reforma e readequação de um dos mais antigos pavilhões do Lar dos Velhinhos de Campinas. Após a mostra, as alterações serão mantidas e o espaço abrigará os diferentes setores administrativos da instituição.

A propriedade do Lar dos Velhinhos tem no total 72 mil metros quadrados e data de 1904. São nove pavilhões, quatro deles destinados à moradia dos idosos. Atualmente, a entidade acolhe e hospeda aproximadamente 80 idosos desfavorecidos, de ambos os sexos. O espaço total a ser reestruturado pela Mostra envolve 2.950 metros quadrados – 850 metros quadrados de edificação, 1.500m² de paisagismo e mais 600m² de rua.

A Mostra+Sustentável ficará aberta ao público entre os dias 7 de setembro e 12 de outubro.

Local: Rua Irmã Maria Santa Paula Terrier, 300, Vila Proost de Souza, Campinas – SP
Horários: quintas e sextas-feiras, das 14h às 22h, sábados, domingos e feriados, das 12h às 20h – Ingresso: R$ 16,00

Estive lá a convite da organização e destaquei os ambientes que achei mais interessantes:

Ambiente de Ama Schwartzmann

IMG_2660.JPG

 

Ambiente de Marcela Mendes

IMG_2661.JPG

 

Ambiente de Desiree Garcia e Erlon Tessari

IMG_2664.JPG

 

Ambiente de Isabelle Lattaro

IMG_2681.JPG

 

Ambiente de Felipe Karam, Selma Milaré Rubim, Ana Maria Coelho

IMG_2682.JPG

Ambiente de Daniel Gouvêa e Flávia Gouvêa

IMG_2683.JPG

 

Ambiente de Bruna França e Fernanda Danelli

IMG_2684.JPG

 

Ambiente de Álida Weidman e Erica Gonçalves

IMG_2678.JPG

Imagens: Claudia Medeiros

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

Nada mais light que a “macarronada” de abobrinha

Dentro do meu plano de perder mais quatro quilos, venho experimentando receitinhas mais leves, com muitos legumes, verduras e frutas.

Na semana passada comprei o cortador de legumes em espiral, ele serve para abobrinha, cenoura e pepino e o primeiro teste que eu fiz foi de cortar as abobrinhas para fazer “espaguete”. E ficou perfeito

20292927_1432774963477069_3985376213574185344_n

O mais legal é que fica com cara de espaguete mesmo, “enganando” quem está a fim de comer uma massa, mas não quer as mesmas calorias. Para você ter uma ideia, 100 gramas de abobrinha tem 18 calorias, lógico que o azeite, o molho de tomate, o queijo somam mais algumas calorias aí, mas nem chega perto de uma macarronada tradicional.

Fica gostoso, saudável, leve e não pesa na consciência, quer a receita?

Ingredientes:

3 abobrinhas italianas

2 dentes de alho

azeite

molho de tomate

queijo parmesão ralado

Fatie a abobrinha em lâminas finas e reserve. Doure o alho ralado no azeite.

20258137_1432774783477087_3502652734173688715_n.jpg

Acrescente a abobrinha já cortada como espaguete e misture levemente para pegar o sabor do azeite e do alho por cerca de 2 minutos. Desligue o fogo, salpique o sal, acrescente o molho de tomate quente e o parmesão. Sirva quente.

20265047_1432775136810385_2627326623785236111_n.jpg

Imagens: Claudia Medeiros

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

De quantas tomadas você precisa para viver?

 

dic3a1rio-de-obra-do-apc3aa

Planejar a parte elétrica de uma reforma é fundamental. O ideal é você saber onde ficarão os eletrônicos para projetar a distribuição das tomadas, os tipos, tamanhos etc. Porém, não se deve pensar apenas nos eletrônicos fixos como geladeira, TV etc, mas também em todos os outros eletrônicos que você tem em casa, como notebooks, games, celulares que precisam ser carregados etc

Outro dia, uma amiga me perguntou qual a quantidade ideal de tomadas em um ambiente e eu vejo isso como algo muito pessoal, de acordo com os hábitos e a quantidade de eletrônicos que cada pessoa ou família usa.

No meu apartamento, mandei fazer 24 tomadas novas. Sim, pode parecer exagero, mas por ser um apartamento dos anos 1980, havia uma tomada em cada quarto e duas na sala e duas na cozinha. Ou seja, inviável nos dias de hoje e com a quantidade de aparelhos eletrônicos que temos. No meu caso, que adoro uma maquininha, pensei realmente em poder usar os eletrônicos sem restrição de local.

Paredes de um dos quartos rasgada e já rebocada para receber as novas tomadas

16194995_1247975948623639_8139349199680602141_n.jpg

Como o objetivo deste post é orientar, vou sugerir as tomadas que acho importantes em cada ambiente da casa:

Quartos

  • abajur ao lado da cama – um ou dois, se for cama de casal
  • uma para TV, se tiver outro aparelho usado junto (decodificador, videogame etc), é legal ter uma tomada dupla para não ter necessidade de usar um T ou fazer alguma gambiarra
  • se tiver computador no quarto ou outro aparelho fixo é legal ter mais uma
  • mais duas tomadas para aparelhos eventuais

Banheiros

  • tomada dupla para secador, barbeador etc

Lavanderia

  • uma para lavadora
  • uma para secadora (se tiver)
  • uma para o ferro de passar

Cozinha

  • Listar os aparelhos fixos: fogão, geladeira, freezer, microondas, forno, lavadora de louças etc
  • Duas ou mais tomadas duplas na bancada de trabalho

Sala

  • Listar os aparelhos fixos: TV, videogame, decodificador, abajur etc
  • Duas ou mais tomadas duplas em pontos estratégicos

 

É importante identificar as caixas de distribuição de cada cômodo para definir o posicionamento das tomadas – um eletricista é quem deve fazer isso

16174971_1247975905290310_3366272974591141065_n

Dicas: Fazer a tomada dupla dá, praticamente o mesmo trabalho que fazer uma tomada simples, mas você ganha mais um ponto e não vai precisar usar um T, fazer uma gambiarra e correr o risco de provocar um curto circuito.

Abrir as paredes para tomadas deve ser uma das primeiras tarefas da reforma. Depois de rasgar as paredes, você vai precisar rebocar a área, passar massa corrida e depois pintar, ou seja, pense bem em todos os pontos de elétrica que precisa para não ter retrabalho, prejuízo ou atrasos na obra.

Agora que já tem uma boa noção do que precisa ser feito, mãos à obra!

Imagem: Claudia Medeiros

Logo: Luiza Medeiros

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

 

 

 

 

 

 

E a ganhadora das capas de almofadas foi….

A Silvia Tavares! É ela que vai levar pra casa as capas das almofadas. O sorteio que foi feito aqui no blog e no instagram teve uma participação muito bacana e por isso já estou pensando em fazer um outro, aguardem!

15492125_1209696542451580_3253506366273276513_n.jpg

Eu tinha prometido fazer o sorteio no dia 18 de dezembro, mas como viajei, acabei ficando enrolada, por isso o sorteio foi feito com o resultado da Loteria Federal do dia 7. Muito obrigada a todos que participaram!

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias