Desculpaí, mas minha cozinha ficou linda!

Eu adoro cozinhas e banheiros, sei lá porque mas adoro! E quando vi cozinha do apê já imaginei ela exatamente como está hoje: em branco, preto, cinza e vermelho – combinação que amo!

A cozinha original tinha apenas uma bancadinha de 1,50m e revestimento e piso brancos. Eu logo imaginei uma bancada em “L”, em Granito Preto São Gabriel que incluísse cooktop, pia e bancadinha lateral para refeições rápidas. Embaixo da bancada, forno, lava-louças, armários basculante e de abrir e gavetão e na área de refeições, banquetinhas vermelhas.

Era assim:

13077002_1018301558257747_7979005302217215825_n.jpg

Ficou assim:

IMG_1591.JPG

IMG_1606.JPG

Desenhei os armários de acordo com as medidas e as minhas necessidades, o MDF usado foi o Grafitto, que é um cinza escuro como eu queria, sem cara de cinza de escritório.

IMG_1592.JPG

Tapetinho fofo, de pinguins, em preto e branco, tudo a ver com a cozinha, da Tok&Stok, 89 reais

IMG_1602.JPG

Sobre a bancada, armários de abrir, nicho para o micro-ondas e futuramente uma coifa sobre o cooktop. Para revestir as áreas de gordura e molhadas, pastilhas de vidro vermelhas (Cristalcolor, da Leroy Merlin, 15 reais a  unidade, usei 30 peças). No restante das paredes, tinta branca acrílica lavável.

IMG_1598.JPG

A torneira é elétrica e preta, como eu queria, da Deca (139 reais no site da Leroy Merlin), assim além de ajudar na lavagem da louça, ainda torna o inverno menos dolorido.

Sobre a área de refeições, quadrinhos da Tok&Stok (59 reais cada). Pendente vermelho, de uma loja de iluminação que já fechou – 140 reais. Na iluminação geral, plafon vazado, de sobrepor, da mesma loja, 150 reais.

Ali no cantinho, debaixo do filtro é a lixeira embutida na pedra da bancada. Eu nunca tive lixeira sobre a pia porque não gosto e não acho higiênico, mas esta de inox embutida me conquistou – é prática, discreta e muito mais limpinha.

IMG_1593.JPG

Na área da geladeira, um armário lateral que funciona como parte da despensa, onde ficam os itens que estão em uso – os itens que estão fechados ficam em um armário na lavanderia, que fica ao lado. E em cima, um armário basculante que guarda peças que uso muito pouco.

IMG_1600.JPG

O piso usado foi o Maxigres Luxor White, da Eliane, que apesar de ter o branco no nome, é um cinza bem clarinho, como eu queria, na medida 59cm x 59cm, também da Leroy Merlin, 39 reais o metro.

Se quiser um projeto de Design de Interiores completo com marcenaria e tudo o mais, entre em contato: claudia@claudiamedeiros.com.br – (19) 98189-7955. Faço projetos para todo o Brasil.

Molduras em gesso – KL Gessos e Pinturas Residenciais : (19) 37225217 e (19)987165217

Móveis planejados – Stylo Móveis –  Av. São Vicente, 34 – Jd. Nova Europa – Campina- fone:(19) 3278-3046

Bancada de Granito – Asignor Marmoraria – R. Eng. Carlos Stevenson, 863 – Nova Campinas, Campinas – fone:3722-5145

Imagens: Luiza Medeiros e  Claudia Medeiros

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

 

.

 

 

 

 

 

Anúncios

Pra decorar a cozinha

Acho que a cozinha é um dos lugares da casa mais fáceis de serem decorados. Acredito que o bacana é deixar à vista objetos e louças, pois além de facilitarem a vida no dia a dia, servem facilmente como peças decorativas. É claro que o legal é usar e abusar de peças coloridas, alegres e criativas. Mas nada impede que a louça branca seja exposta de forma charmosa.

Muita gente vive escondendo dentro de armários peças únicas, deixando a cozinha sem graça, enquanto pensa em gastar nas lojas famosas. Então, vamos mudar esta postura. É verdade que a cozinha é um lugar que suja mais facilmente, mas isso não pode ser desculpa para deixá-la apagada.

Se você tem louças, canecas, chaleiras e potes charmosos e coloridos, mostre-os. Se está em fase de fazer “enxoval”, defina uma ou duas cores como base para a decoração e vá à caça de utilitários que possam acrescentar cor e graça à sua cozinha. Hoje, é possível encontrar praticamente tudo, por preços acessíveis e com design mais moderno e cores inusitadas.

Em casa, como depois da reforma a cozinha ganhou tons neutros: preto, cinza, inox, optei pelo vermelho, que além de ser minha cor preferida, acrescenta calor a qualquer lugar. Definida a cor, fui atrás de tudo o que pudesse ser útil e bonito. Dentro desta ideia, aparecerem a chaleira, saleiro, porta-guardanapos, jarra, tábua de corte e por aí vai.

Mas como não se vive só de vermelho, outras peças igualmente bonitas, em cores que contrastantes, saíram do armário(rsss) para brilhar na decoração do espaço.


Objetos de uso diários podem ser deixados à vista e pendurados, para ganhar espaço – ficam mais charmosos e práticos. Pode dar um pouco mais de trabalho, já que a limpeza precisa ser ainda mais constante, mas sua cozinha com certeza ficará mais bacana com seus objetos à mostra.

Quanto gastamos nos armários da cozinha e mais algumas dicas

Como tinha avisado, aqui vai mais um post sobre cozinha. Como reformamos a nossa recentemente e vocês acompanharam tudinho aqui, resolvi dar algumas dicas para quem quer se aventurar no “faça você mesmo”.

Os armários da nossa cozinha foram todos feitos pelo Pedro, o marido, mas vale ressaltar que, apesar de ser advogado, ele já tem certa habilidade na marcenaria e várias ferramentas que facilitam a vida na hora de bancar o marceneiro.

Dentro deste esquema de “botar a mão na massa”, economizamos horrores e pra quem quer se aventurar na arte, mostro aqui o que gastamos para a construção de todos os armários da cozinha.

Placas de MDF – 300,00
Perfis de alumínio – 480,00
Vidros para as portas – 300,00
Ferragens (corrediças, dobradiças, amortecedores, parafusos etc) – 120,00

Total: 1.200 reais

Pelas pesquisas que fizemos, se fossemos comprar os armários, gastaríamos mais de 7 mil reais. Se tivéssemos encomendado os armários de um marceneiro, gastaríamos um pouco menos, por volta de 5 mil. Com a baita economia feita, conseguimos trocar os eletrodomésticos antigos pelos novos, de inox, incluindo aí a geladeira side by side, que era meu sonho de consumo já há alguns anos.

Quem tem intenção de se aventurar na empreitada, saiba que é preciso uma certa habilidade pro serviço, as ferramentas corretas e ter um projeto condizente com sua cozinha, não adianta querer inventar, é legal dar uma pesquisada em revistas e nas lojas e ver o que mais se adapta ao seu espaço.

Depois disso, procure lojas especializadas em produtos para marcenaria, lá além de encontrar vária cores e espessuras de MDF, ferragens, puxadores e etc, é indicado que você leve um desenho esquematizado, com todas as medidas para que os vendedores possam lhe orientar na melhor escolha. Cabe também muita pesquisa nesta hora, não compre na primeira loja que entrar, além dos preços que variam, a quantidade de produtos interessantes também é imensa.

Marido também dá uma dica bacana: muitas vezes, decidimos mudar os armários porque enjoamos das cores e da disposição e não porque eles estão em más condições. Assim, se o seu armário ainda estiver aguentando o tranco, dê a ele uma segunda chance – troque o revestimento. Vá atrás de outro revestimento (laminado ou MDF) para as portas e gavetas – seu armário ganhará nova cara, você não gastará os tubos e também não gerará mais lixo.

Outra dica importante: ao projetar seus armários, pense no que pretende guardar em cada um deles, assim, você define altura das prateleiras, quantidade de gavetas e etc. Isso é importante para otimizar o espaço, principalmente se o ambiente tem medidas reduzidas.

No próximos posts, vou dar dicas de como decorar sua cozinha gastando pouco e as medidas necessárias para um bom projeto de cozinha. Aguardem.

Criei um email para responder dúvidas ou dar sugestões sobre decoração, reforma etc, se precisar de algo, aproveite: sefossenaminhacasa@gmail.com

Mais uma foto da cozinha

Este armário e o de despensa (que eu não tirei foto) foram os últimos que marido fez. Agora, a cozinha está completa e per-fei-ta! Do lado esquerdo da geladeira, estão os faqueiros, toalhas de mesa, jogos americanos, panos de prato e livros de receita. Do lado direito, estão todas as maquininhas que eu adoro (panela elétrica de arroz, máquina de pão, mixer, batedeira, liquidificador, processador, espremedor e por aí vai). Vou ser repetitiva, tá? A cozinha ficou ótima!

Estou procurando uma foto da cozinha antiga pra fazer um “antes e depois”, afinal ela ficou irreconhecível. Assim que encontrar, posto aqui. E pra quem não pegou a estória da cozinha desde o início e me pergunta onde compramos os armários, eu respondo: foi marido que fez. Tudinho!!

E no momento propaganda: continua a promoção dos kits de moringas de cabeceira na lojinha, com preços que vocé só encontra .

A lousa da minha cozinha

Antes mesmo da reforma da cozinha, eu vinha suspirando por uma lousinha. O problema é que, ou eram caras demais, ou básicas demais.

Depois que a cozinha foi reformada, resolvi que iria providenciar uma e colocar no cantinho ao lado da pia. Um dia, fazendo uma faxina geral, dei de cara com uns quadrinhos que há muito tempo estavam sem uso e que não combinavam mais com a nossa casa. Jogar no lixo? Nem pensar! Peguei um deles, passei várias demãos de tinta preta fosca e mais algumas demãos de tinta prata na moldura. Coloquei dois detalhezinhos nos cantos e pronto:

Eu adorei e não gastei um centavo com ela.

Já participou da promoção? Não? Então, desça no post de baixo e corra o risco de ganhar uma jarra de bolinhas.

Novidades na lojinha: novos quadrinhos provençais e mais uma linha de produtos – Artezanale.

Novos armários na cozinha: gabinete da pia

Ontem à noitinha, o Pedro terminou de instalar o gabinete da pia da cozinha. Ficou lindo, vocês não acham?


Eu achei que ficou maravilhoso! Sinceramente, melhor que os das lojas. E, mais uma vez foi tudo feito pelo marido. Na parte de cima, coloquei todos os potinhos de plástico, tenho muitos e uso muito, então achei que perto da pia ficariam sempre à mão. A parte de baixo é um gavetão e ali estão todas as panelas e assadeiras. O melhor de tudo, é que com a reforma, tá ficando tudo muito prático e organizado.

E agora falta pouco, em cima da lava-louças vão duas gavetas para talheres, faltam as portas do armário-despensa, que está do outro lado da cozinha e falta terminar a instalação das prateleiras e nichos que ficam em cima e do lado esquerdo da geladeira.

Não tô acreditando, depois de tanto quebra-quebra, de tanta poeira, estamos chegando ao fim. E o melhor, está perfeito!

O piso
Volta e meia, alguém aparece aqui perguntando sobre o piso colocado na cozinha. Então, vou explicar: é um porcelanato Porto Belo, um não, dois. Porque compramos dois tons, o branco e este outro meio cinza, meio bege. Eles foram adquiridos nos saldos da Leroy Merlin e nenhum dos dois tinha a metragem necessária para a cozinha, por isso, resolvemos usar os dois. Eu achei que ficou ótimo e saiu muito mais barato.

Já passou na lojinha hoje? Chegaram lindos aventais de cozinha com estampas e bananas e de melancias. E até o final da semana, chegam as toalhas de mesa de bolinhas. Aguardem!

Nossa cozinha já tem mesa e cadeiras

Finalmente, a cozinha ganhou mesa e cadeiras. Quem acompanha o blog há mais tempo, sabe que eu tinha mesa redonda e cadeiras de madeira branca e até gostava delas, mas chega um momento em que a gente enjoa das coisas e precisa de uma renovada.

Quando resolvemos reformar a cozinha, já sabíamos que os antigos móveis não voltariam, porque não tinha mais nada em comum com a nova proposta. Pois bem, depois de dar “aquela” modernizada da cozinha, senti falta de um toque mais aconchegante, coisa que um móvel de madeira acrescenta com facilidade, por isso, pedi ao marido que fizesse uma mesa bem rústica e ele acertou em cheio, a mesa ficou perfeita, do jeito que eu queria.

Os quadrinhos? São do Carrefour e custaram 5 reais cada.

E as cadeiras? Bem, eu sou louca pelas cadeiras Ant, criada pelo designer Arne Jacobsen, em 1951, mas todo mundo sabe que um móvel de design não é nada barato, então fui à Tok&Stok, atrás de uma muito semelhante que eles têm por lá – 199 reais cada. Vamos fazer as contas, para seis cadeiras, iria gastar 1.200 reais. Humm, muito caro, pra quem ainda precisa fazer mais coisinhas na casa.

Como sou brasileira e não desisto nunca, achei estas lindinhas aí, na Galmac, loja de móveis para escritório por 75 reais cada. Vamos fazer as contas de novo, seis cadeiras: 450 reais! Sentiram a diferença? Ah, e em três vezes no Mastercard. Bem, eu não sou tão exigente assim e fiquei feliz da vida, como minhas cadeiras, não precisavam ser de design, mas precisavam ser vermelhas, pra dar aquele charme à cozinha.

E eu preciso dividir com vocês: os armários ainda não estão todos prontos, ainda quero uma coifa e outras coisinhas, mas quando entro na minha cozinha, acho que ela está tão linda, mas tão linda! ai, ai…

Ah, e tenho mais novidades, agora semanalmente, vocês poderão ler minha coluna sobre decoração no site zoha! Fui convidada por eles e topei na hora. A primeira coluna já está no ar. Passem .

E, você já passou na lojinha hoje? Chegaram mais produtinhos da linha Candy – aquela mesma do pote de Cupcake, que está vendendo como água e um açucareiro de galinha muito fofo. Tenho certeza de que vocês vão adorar!