O que você precisa saber sobre móveis planejados

Um dos itens mais caros em uma casa, mas que faz toda a diferença é a marcenaria planejada. E é também uma das maiores fontes de dúvidas. Quando faço minha primeira reunião com clientes para iniciar um projeto, percebo que a marcenaria é a maior expectativa, pois todo mundo sabe que ela pode resolver boa parte dos problemas de armazenamento, organização e decoração da casa.

Contratar um Designer de Interiores para projetar seus móveis é a melhor opção, pois vamos criar um móvel adequado para o seu espaço, com aproveitamento total das medidas, para as suas necessidades, pensado para o que você precisa guardar e que ainda por cima seja bonito!

Uma dica: quanto menor o imóvel, mais importante é o móvel sob medida, pois somente com ele você conseguirá ter aproveitamento total do espaço disponível.

Mas, o que você precisa saber ao planejar seus móveis? Vamos lá

Não tente economizar no material – é essencial que a matéria-prima escolhida seja de alta qualidade e, preferencialmente, resistente à umidade e a altas temperaturas, principalmente no caso de cozinhas, banheiros, varandas gourmet e ambientes externos.

Saiba a diferença entre MDF e MDP –  os dois derivam das mesmas espécies de madeiras reflorestadas (pinus e eucalipto) e são fabricadas pelo mesmo processo e com idêntica tecnologia, o Medium Density Fiberboard (MDF) tem seu miolo composto por fibras de madeira e o Medium Density Particleboard (MDP) é feito com partículas de madeira.

MDF-ou-MDP-você-sabe-qual-é-a-diferença-entre-os-dois-ambiente-1-mdp-x-mdf

O MDP é produzido em três camadas: uma grossa no miolo e duas finas nas superfícies. O MDF é um material uniforme, plano e denso, resultado da aglutinação de fibras de madeira com resina sintética. O MDF pode ser recortado em vários formatos, enquanto o MDP sõ pode ser cortado em formato reto para evitar o rompimento do material. Uma vantagem do MDF, em relação ao seu concorrente é que, por ser fabricado por fibras de madeira de alta densidade, acaba sendo ótimo para acabamentos, enquanto o MDP é mais rígido e por isso, tem que ser usado em situações mais específicas.

Eu uso apenas o MDF em meus projetos, ele é mais resistente a atritos, riscos e principalmente à umidade.

Marcenaria criada por mim para o dormitório de uma jovem universitária

 

 

IMG_4054

 

 

 

Modulados não são a solução – o módulo é feito em uma medida padrão e não na medida que você precisa. Ele pode até custar menos, mas não vai te atender como um móvel sob medida, por exemplo se o espaço disponível para seu armário de banheiro tiver 70 cm de largura e a empresa dispuser de um módulo de 60 cm, a área não será 100% aproveitada. E nos imóveis pequenos, 10 cm pode fazer toda diferença.

De olho nas ferragens – nem pense em economizar nelas, puxadores bonitos e de boa qualidade deixam o visual do móvel mais bonito, mas as corrediças e dobradiças de qualidade são o que vão ajudar seu móvel a durar muito mais tempo.

Cores e padrões – os móveis brancos não são exatamente uma tendência, na maioria das vezes a escolha pelo branco tem motivação econômica, já que o branco é a cor mais barata. Na sequência vem os madeirados, que custam cerca de 40% a mais que o branco. Os materiais coloridos, como laca e fórmica custa bem mais, por isso uma proposta interessante, caso você faça questão da cor, é utilizar os materiais coloridos em detalhes, como portas, nichos etc.

Marcenaria projetada por mim para a cozinha de um apartamento

IMG_1591

Outra opção interessante é fazer a caixaria em branco e as portas em madeirado ou colorido, isso gera uma economia bem interessante.

Se animou e precisa de um projeto? Entre em contato. Além de projetos para Campinas e região, faço projetos online, com detalhamento de marcenaria para todo o Brasil

Claudia Medeiros – Designer de Interiores:  (19) 98189-7955

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Imagens: Claudia Medeiros, Revista Arquitetura & Construção