No apê, a opção foi piso sobre piso, revestimento sobre revestimento

 

dic3a1rio-de-obra-do-apc3aa

 

A maioria das pessoas entra em pânico ao pensar em toda a sujeira e a quantidade de lixo que  uma reforma gera e realmente não é pouca coisa. Mas, já há alguns anos, a opção de se instalar piso ou revestimento sobre o que já existe no local vem sendo adotada. E são vários os motivos:

rapidez – porque não existe a necessidade de se retirar o que já está instalado, assim você poupa uma etapa do trabalho

economia – você não precisa gastar com a retirada do piso ou revestimento que pretende trocar

menos lixo – você vai ter que alugar uma caçamba a menos, já que a quantidade de lixo será muito menor

É claro que você deve levar em conta algumas coisas. No meu apartamento, optamos por instalar piso sobre piso na cozinha e no banheiro e revestimento sobre revestimento somente no banheiro, pois o da cozinha já estava soltando da parede. Ou seja, não iria “segurar” o novo revestimento.

O antigo revestimento picotado

16002736_1244642268957007_2219195369117318912_n

 

Outra coisa: a argamassa deve ser própria para isso e ela custa mais que o dobro da comum, ainda assim, a economia ainda é válida.

Aqui o revestimento começando a ser instalado

16105584_1244641728957061_8149494958866878760_n.jpg

 

Nem todo pedreiro sabe fazer o serviço bem feito, peça referências e confira algum trabalho que ela já tenha feito.

Aqui os dois revestimentos já instalados

16387424_1253100274777873_6267377528389478800_n

16406569_1253100248111209_8478643222474759205_n.jpg

No piso, você deve observar altura da soleira ou se é necessário trocá-la para não criar um “degrau” na entrada do ambiente. Se há uma porta, é bem provável que ela precisa ser trocada ou recortada para que se encaixe novamente, já que o piso invariavelmente ficará mais alto. Existem no mercado opções de piso ultrafinos, próprios para serem instalados sobre outro, mas também custam mais caro.

Piso sobre piso e  revestimento sobre revestimento  já instalados

16387867_1253100304777870_1193122198606146953_n.jpg

 

As grapas já instaladas para receber a bancada do banheiro

16425850_1253100328111201_5123930734376613446_n.jpg

Para as paredes, não há esta preocupação, pois aumentará de espessura em, no máximo 1cm.

O que foi feito no meu apartamento:

  • No Banheiro – o azulejista picotou as paredes para garantir maior aderência da argamassa e misturou à argamassa própria para piso sobre piso uma boa quantidade de Bianco, que é uma uma resina sintética que dá mais aderência e aumenta a impermeabilidade e evita que a argamassa resseque e trinque. No piso não houve necessidade de picotar, mas o Bianco também foi usado.
  • Na cozinha, optei por usar pastilha apenas nas áreas molhadas e do cooktop. Assim, foi retirado todo o revestimento, as paredes foram rebocadas e nesta semana receberão massa corrida e pintura com tinta acrílica lavável.

Ainda faltam muitas coisas a serem feitas, mas o apartamento já está ganhando cara nova e se tudo der certo, em 20 dias deveremos nos mudar. Imagine a ansiedade.

Se precisar de um projeto de Design de Interiores ou Acompanhamento de Obra, mande um email ou ligue: claudia@claudiamedeiros.com.br – (19) 98189-7955

Imagem: Claudia Medeiros

Logo: Luiza Medeiros

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

 

 

 

 

 

 

Anúncios

7 pensamentos sobre “No apê, a opção foi piso sobre piso, revestimento sobre revestimento

  1. Pingback: Sim, é outro banheiro | se fosse na minha casa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s