Viagem ao Chile: amamos!!

Viajar, é na minha opinião, uma das melhores coisas da vida e olhe que eu não viajei nem 1% do que pretendo, mas venho me organizando, economizando, abrindo mão de coisas desnecessárias para poder fazer as viagens que sonho.

Uma das experiências que eu morria de vontade de viver era ter contato com a neve. Por isso, no início do ano decidi que viajaria com meus filhos para o Chile no inverno. Assim, além de conhecer um pouco do país, aproveitaria a época de neve.

Este post já deveria ter saído há muito tempo, a pedidos de várias amigas, ma nunca é tarde, né? Ou é?

Economizando desde o começo

Viajamos no dia 14 de julho e ficamos lá por cinco dias, um período em que as viagens custam mais por conta da alta temporada, mas como meu esquema de viagens é econômico, compramos as passagens e a acomodação pelo Decolar.com com três meses de antecedência, assim conseguimos achar preços bons.

Nós no avião – tem que ter esta foto, né?

IMG_20160714_084214518.jpg

Não ficamos em hotel, ficamos no Altura Suites, em Santiago. O apartamento era bem confortável (as fotos no link são bem fiéis). Uma pequena sala com sofá-cama, cozinha conjugada e uma suite com cama king, onde eu eu os filhos dormimos juntos todas as noites, porque estava frio, porque a TV ficava na frente da cama e porque é mais legal assim. A localização era perfeita, podíamos fazer a maioria dos passeios a pé, pois estávamos na região central e perto de museus, galerias de arte, parques, lojas e muitos cafés bacanas. E se precisássemos, tinha uma estação do metrô super pertinho.

Visão que tínhamos da varanda do nosso apê – a Cordilheira ao fundo e o Cerro Santa Lucia, com o Castillo Hidalgo – localização privilegiada

IMG_20160714_163913063.jpg

O valor que pagamos era metade do valor de um hotel, mas não incluía café da manhã, o que foi bem simples de resolver porque além de ter o Cafe da Lucia em frente ao prédio, tinha um supermercado da rede Express (que pertence ao Wallmart) ao lado. Ah, outra coisa legal: tinha uma casa de câmbio bem em frente ao prédio.

Comendo no Chile

Acostumem-se, a comida é muito cara no Chile. Como estávamos perto do supermercado, eu comprei boa parte da nossa alimentação lá, porque no meu caso ainda tem uma outra questão, minha filha é vegetariana e meu filho tem uma alimentação bem restrita (em outras palavras, é chato!) e adora carne, ou seja, eu teria que contemplar os dois, por isso o supermercado foi uma opção, mas fiquei chocada em constatar que um pacote de pão de forma, por exemplo, custa o dobro do que pagamos no Brasil.

Comprei comida congelada porque no apartamento tinha microondas, fogão, forno etc e dava pra comer na boa. Mas, quando estávamos na rua optávamos pelos fast-foods pra economizar e para atender o paladar “exigente” dos meus filhos.

No Café da Lucia tinha um combo de café ou suco e mini-pizza, que quebrou bem o galho com meu filho. Mas também comemos no Subway, onde eu experimentei um lanche de centolla, o caranguejo típico do Chile, que é uma delícia e nas redes de pizzaria Telepizza, muito parecida com a Pizza Hut, na praça de alimentação do shopping e nos cafés vizinhos a onde estávamos hospedados, como o Café  Tomodachi onde havia combinações de tortas doces e salgadas, saladas etc. E comemos muitas empanadas e mezza lunas, que nós três gostamos. Enfim, opções baratas.

Sanduíche de Centolla, do Subway e Marley Coffee (me perdoem os chilenos, mas o café de lá é muito ruim, só so cafés da Nestlé se salvam)

IMG_20160717_151709011.jpg

Pizza da rede Telepizza, que está por toda Santiago, boa e barata

IMG_20160719_143648380.jpg

Cheesecake, mezzaluna e capuccino do Café Tomodachi, comemos à noite, na mesa na calçada, mas com aquecedores a gás nas mesas, já que a temperatura em Santiago à noite chegava a 5º

IMG_20160717_202825343.jpg

Mas, se quiser gastar um pouco mais, tem o Mercado Municipal, onde não tivemos tempo de ir, mas que, pelos que nos indicaram, tem restaurantes muito bons. Além disso, Santiago está repleta de restaurantes peruanos e é possível comer ceviches maravilhosos, como que comi no restaurante Taberna do Oscar, em Valparaíso, onde tomei também uma sopa de frutos do mar maravilhosa!

A Taberna do Oscar ocupa um prédio bem grande e antigo no centro de Valparaíso, construção e decoração super charmosas

IMG_20160716_135601267_HDR.jpgIMG_20160716_135609524_HDR.jpg

E, como pegamos muito frio, uma de nossas salvações, foram os quiosques de café Nestlé, que estão por toda parte, até no zoológico e que são deliciosos, bem quentinhos e com preços muito honestos. Tomei vários!

A Cordilheira

Antes mesmo de viajar, uma das atrações que mais me interessava era a Cordilheira dos Andes. Lembro até hoje de tê-la estudado nas aulas de geografia e de ficar encantada com o tamanho dela, mas sem nem imaginar como seria. E confesso que fiquei emocionada já no vôo. Tivemos o privilégio de que nosso avião passasse por ela às 12h30, em um dia de sol e com isso, pudemos vê-la em toda sua magnitude. Sobrevoamos a cordilheira por cerca de 30 minutos, eu nunca poderia imaginar que ela era tão gigantesca.

A Cordilheira, vista do avião

IMG_20160714_133156697.jpg

IMG_20160714_133757709.jpg

E em nossos passeios, subimos duas vezes parte da Cordilheira, uma para Farellones e o Valle Nevado e outra para Cajon del Maipo e a cada curva ficávamos mais fascinados.

A caminho do Valle Nevado

IMG_20160715_124212219.jpg

A caminho de Cajon del Maipo

IMG_20160718_124704133.jpg

Contrate um Guia, contrate o nosso Guia

Santiago é uma cidade tranquila para se conhecer a pé, de metrô ou de uber, mas se você quer fazer passeios pelos arredores da cidade, é importante contratar um guia. Uma amiga que viajou ao Chile dois meses antes nos indicou o Guillhermo e ele foi perfeito e até o indicamos para uns amigos que viajaram depois de nós e que também gostaram muito dele. Por isso, se precisar do contato, me chame que eu passo.

É bem importante ter um guia quando você viaja sem uma agência porque sem ele, simplesmente não teríamos chegado onde queríamos. Antes de sairmos do Brasil já tínhamos combinado com ele os passeios que faríamos, as datas e os valores, assim não tivemos nenhuma surpresa quando chegamos lá. E ele também nos buscou e nos levou de volta ao aeroporto.

Foi ótimo, pois além de extremamente atencioso, também sabia até onde podíamos ir por questões de segurança, já que tinha muita neve na estrada, nos buscava e retornava na porta do hotel, nos indicou passeios em Santiago, preparou um piquenique com vinho para nós em Cajon del Maipo e nos levou para conhecer San Jose del Maipo e uma região de vulcões que não estavam no roteiro que fechamos com ele.

Agora, com vocês as fotos de tudo de mais lindo que vimos por lá

Santiago – pegamos mais frio na cidade que na Cordilheira, o vento e o tempo nublado na maior parte dos dias mantinham a temperatura entre 5 e 8 graus

A cidade é limpa, apesar do ar extremamente poluído, o trânsito é maluco, as pessoas são educadas e a arquitetura é muito charmosa

Cerro Santa Lucia e Castillo Hidalgo – na esquina do nosso prédio

IMG_20160714_175333048.jpg

IMG_20160714_175224342.jpgIMG_20160714_181624208.jpg

O quarteirão onde ficava nosso prédio, esta avenida é cheia de cafés, espaços de arte e lojinhas alternativas

img_20160714_180846789_hdr

Pelas ruas de Santiago

IMG_20160714_183411301_HDR.jpgIMG_20160714_183707675_HDR.jpgIMG_20160717_154506226.jpg

Farellones e Valle Nevado – o primeiro contato com a neve a gente não esquece

Apesar de ser dia útil, as estações de esqui estavam bem cheias por causa das férias escolares, mesmo com muita neve, a temperatura era de 10º por conta do sol intenso, o que nos garantiu fotos muito boas

IMG_20160715_124629323_HDR.jpgIMG_20160715_133058926.jpgIMG_20160715_145258905.jpgIMG_20160715_152156877.jpgIMG_20160715_164520563.jpg

 

Valparaíso, cidade litorânea que fica a cerca de 40 minutos de Santiago. O caminho até ela é cheio de plantações de uva e vinícolas, mas o tempo nublado não permitiu fotos legais

Valparaíso é charmosa e tem um casario super colorido e cheio de grafites. Ladeiras bem íngremes separam as ruas, por isso ainda existe o funicular, o trenzinho-elevador que transporta as pessoas de um ponto a outro

IMG_20160716_112044888_HDR.jpg

IMG_20160716_131422677_HDR.jpgIMG_20160716_120145993.jpgIMG_20160716_124633939_HDR.jpg

Casa de Pablo Neruda, em Valparaíso, ele tinha mais duas

IMG_20160716_111836308_HDR.jpg

IMG_20160716_112557393_HDR.jpg

IMG_20160716_113945941_HDR.jpg

 

Vinã del Mar, cidade praiana, também super charmosa, com praias de formação rochosa, casas construídas no morro em frente ao Oceano Pacífico, área de tsunamis e leões marinhos

IMG_20160716_154436671.jpgIMG_20160716_154833316.jpgIMG_20160716_160417246.jpgIMG_20160716_161041790_HDR.jpg

 

Museu de Arte de Santiago, a 5 minutos de caminhada de onde estávamos hospedados

IMG_20160717_163950161.jpgIMG_20160717_165057775_HDR.jpgIMG_20160717_165304555_HDR.jpg

 

San Jose del Maipo, cidadezinha minúscula no caminho para Cajon del Maipo

IMG_20160718_114304814.jpgIMG_20160718_115843343.jpgIMG_20160718_173729133.jpg

 

Cajon del Maipo, um dos lugares mais lindos que já vi – se você tiver só um dia para subir a Cordilheira, esqueça Farellones e Valle Nevado, são mais famosos, mas não têm nem metade da beleza selvagem deste lugar

IMG_20160718_131752491.jpgIMG_20160718_131934442.jpgIMG_20160718_134954990.jpgIMG_20160718_135339518.jpgIMG_20160718_135526869.jpgIMG_20160718_143732917.jpg

Bem, é tudo isso! Eu e os filhos amamos o Chile e pretendemos voltar para conhecer outras regiões. muitas pessoas optam por conhecer as vinícolas e eu tinha muita vontade de ir a uma delas, mas como estava com meu filho, com 10 anos na ´poca, optei por fazer passeios que agradassem a ele também e, com certeza a vinícola não seria um deles, acabamos visitando o zoo, parques e coisa desse tipo. De qualquer forma, foi perfeito! A viagem foi ótima sem nenhum contratempo, gastamos menos do que planejamos e vimos muito mais do esperávamos. Recomendo!

O blog Se Fosse na Minha Casa está no Facebook, no Twitter, Instagram e no Pinterest – coisas lindas todos os dias

Fotos: Claudia Medeiros, Luiza Medeiros e Guillermo Brezzo

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s