A primavera chegou – vamos cuidar das orquídeas?

A primavera chegou e é impressionante como a cidade muda, os jardins ficam mais floridos, as árvores mais coloridas, tudo conspira para aumentar a vontade de termos também em nossas casa, um pouco do colorido exuberante das plantas.

As minhas preferidas são de longe as orquídeas, tenho mais de 50 em casa. Todas elas foram adquiridas nos últimos oito anos, compro e deixo dentro de casa enquanto estão com flores, depois que as flores caem, levo pra fora e assim que começam a aparecer os brotos, vou fazendo novas mudas em outros vasos, sempre de cerâmica, nunca no vaso de plástico em que elas são vendidas. Com isso, elas se multiplicam e em pouco tempo, você consegue ter muitas.

Quando dão flores novamente, cerca de seis ou sete meses depois, levo pra dentro de novo pra decorar os ambientes.

Muita gente tem medo das orquídeas, diz que elas dão trabalho, que não dão flores, mas não é bem assim, quer saber como cuidar delas?

Como regar?

O modo mais fácil de matar uma orquídea é molhando-a demais. Suas raízes ficam sem oxigênio e morrem, e os fungos se proliferam de forma descontrolada. As regas costumam ser necessárias de 2 a 3 vezes por semana, dependendo do clima na época.

O melhor jeito de saber quando precisa de uma nova rega é enfiar o dedo no substrato. Cave levemente e sinta a umidade a cada 2 dias. Se ainda estiver úmido, não regue, espere até secar. Regue até que a água comece a escorrer por baixo do vaso. Para elas, é melhor a falta ao excesso de água.

O ideal é regá-las de preferência no início da manhã ou final da tarde, evite regar à noite para não deixar as folhas molhadas durante toda à noite.

Devo adubar minha orquídea?
Se for colocar adubos no vaso, prefira os orgânicos ou as misturas, pois são mais seguros e eficientes, existem adubos próprios para orquídeas no mercado. Eu uso este aqui:

adubo-para-orquideas-dimy-500gr-pazinha-tramontina-16820-MLB20128193959_072014-O

Pode-se adubar colocando um pouco de adubo em um canto do vaso, na quantidade recomendada. Não coloque o adubo próximo ao bulbo, pois ele pode “queimá-lo”. Esse adubo irá dissolver-se aos poucos, liberando nutrientes a cada irrigação. Essas adubações podem ter intervalos de 3 meses ou mais. O exagero de adubo é pior do que a falta.

A adubação foliar pode ser feita a cada 15 dias ou mais, com misturas próprias de adubo mineral, dissolvidos em água e aplicados com borrifadores comuns. Procure em casas especializadas, há diversas formulações, busque mais informações na embalagem dos produtos. Eu, particularmente, nunca fiz.

Cada adubo exige quantidades diferentes, portanto informe-se sobre a dose e forma de aplicação do adubo que você comprar. Isso geralmente está escrito na embalagem.

Pragas e doenças 
Poucas são as doenças que podem atacar as orquídeas, mas caso ataquem, pouco pode ser feito. Entretanto, existem formas de evitar o aparecimento de doenças nas plantas.
Alguns insetos podem se tornar problemas, sendo os principais os pulgões e as cochonilhas. Os pulgões podem ser facilmente eliminados borrifando-se uma mistura de água e detergente, ou mesmo inseticidas domésticos à base de água, como o “SBP”. Já as cochonilhas devem ser removidas manualmente, sob a torneira, raspando-se as folhas com uma escova macia (pode ser uma escova dental).

Quando renovar o vaso? 
Quando a planta estiver excessivamente ramificada, ou com as raízes muito grandes para o vaso, é hora de fazer a divisão da planta, ou passá-las para um vaso maior, pois suas raízes já não possuirão mais espaço para seu bom desenvolvimento. Lembre-se que muitas orquídeas criam raízes fora do vaso mesmo que não esteja faltando espaço, o que é normal. Outro critério é trocar o vaso quando o substrato começar a drenar mal a água, o que indica um excesso de raízes.

Estas são algumas das minhas:

10431502_703632386391334_5505123436368217221_nIMG_0456

IMG_0459

IMG_0460

IMG_0461

IMG_0501

IMG_0502

photo1

photo6

Fonte: site Cultivando

Fotos: Claudia Medeiros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s