Minha opinião sobre o fim das sacolinhas nos supermercados

Senta que o texto é longo.

Hoje de manhã, passando em frente a um supermercado, vi um rapaz com um saquinho de carne moída e um pacote de café nas mãos e me caiu a ficha de que desde ontem, os supermercados não têm mais sacolinhas para as compras. Bacana, né? Em termos.

Eu compro o básico em um atacadão daqui de Campinas e lá nunca teve sacolinhas, ou você as compra por 0,12 cada uma ou arruma caixas, ecobags etc. Marido comprou duas caixas plásticas, que são as que usamos para estas compras. Pro restante, tenho usado as ecobags (ganhei várias de lojas, cinemas e por aí vai). Mas, não vou mentir, uso as sacolinhas pra colocar o lixo. E agora, o que fazer? Comprar sacos de lixo (caríssimos, por sinal), que de um jeito ou outro também vão contaminar o planeta?

É uma discussão difícil, porque o Brasil é considerado o primeiro país do mundo em volume de reciclagem de latinhas, mas eu e você sabemos que isso não acontece pela nossa consciência ecológica, mas pela pobreza do povo, que precisa destes trocadinhos ganhos com a venda das latinhas. Ou seja, o que rola é dinheiro.

Vi uma matéria no jornal, onde dizia que no Estado de São Paulo são consumidas mais de 1 milhão de sacolinhas ao mês, um absurdo e que a economia que os supermercados farão será repassada aos consumidores nos preços dos produtos, você acredita? Eu não. Novamente, entra a questão do dinheiro.

O sindicato das indústrias de sacolinhas, diz que o uso de caixas de papelão pode poluir ainda mais que o uso consciente de sacolinhas oxibiodegradáveis e que as empresas vão perder muito dinheiro e podem até demitir a partir de agora. O dinheiro mais uma vez vem em primeiro lugar.

E tem algumas (muitas) coisas que eu não consigo entender. Uma pessoa precisa de uma ecobag de grife para ir à feira? Tem umas e outras por aí que custam mais que uma bolsa de festa. Quem explica isso? Nem Freud!

Bem, as sacolinhas são as vilãs, nos sabemos, mas não são só elas. Você acha que precisa da caixinha do creme dental? Você precisa da caixinha que envolve o frasco de shampoo? E por aí vai.

Minha filha comprou recentemente uma Melissa, que veio envolta em papel de seda, embalada em um saquinho de tecido, em uma caixa de papelão, em uma sacolinha de plástico, dentro de uma sacola de papel. E não era brincadeira, é serio. Ela levou alguns minutos pra desembalar a Melissa e encheu o quarto de lixo. Precisa de tudo isso?

E aquela gente que joga garrafinha de água pela janela do carro, lixo no chão etc e etc? Quem vai dar conta disso. O planeta, com certeza, não.

Quem já comprou na lojinha sabe que as compras são enviadas em caixas de papelão reaproveitadas. Eu acho uma ótima saída, pois as caixas dos Correios custam entre 3 e 6 reais, dinheiro que será jogado no lixo, depois que a pessoa receber a compra. Pode parecer bobagem para alguns, mas eu acho de uma certa forma, estou fazendo minha parte. Mas, ainda há muito a fazer e eu acho que o caso das sacolinhas é só a ponta do iceberg.

Ah, e como um pouquinho de glamour não mata ninguém, apresento a vocês o meu carrinho de compras de bolinhas, da 25 de março. Comprei há uns seis meses e paguei 30 reais, agora estão inflacionados e custando até 70 reais. Ainda bem que garanti o meu.

E você o que acha das sacolinhas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s