Reduzir, reciclar e reutilizar

Essa tese dos 3Rs aqui em casa é praxe. Eu tenho uma dificuldade tremenda de jogar coisas fora, principalmente comida. Quando era criança, minha mãe sempre me dizia que não era pra jogar comida fora, que tinha muita criança sem ter o que comer etc e etc. Bem, eu assimilei a idéia e levo isso ao pé da letra. Tento de todas as formas fazer a quantidade de comida necessária pra não haver sobras, mas quando isso acontece, penso no que é possível pra reaproveitar as sobras e sempre que possível, congelo em potinhos plásticos o que sobrou pra que possa usar em outra receita e que pra que não corra o risco da comida estragar na geladeira.

Todas as sextas-feiras, dou uma vasculhada na geladeira atrás de alguma coisa que esteja vencendo ou em vias de, e na última sexta, encontrei um vidro com um terço de maionese que já estava ali há tempos e também tinha meio pacote de sopa de cebola quase vencendo. Diante disso, me lembrei que as sobras do último frango assado de TV de cachorro, tinham sido desfiadas e congeladas e garantiriam um recheio de torta. Dá pra adivinhar qual foi nosso jantar? E a sobremesa? Bem, assim que entrei na cozinha, ao voltar do trabalho, senti o cheiro forte de banana e alguns mosquitinhos (odeio!) já estavam sobrevoando as frutas. Como já tinha feito um bolo de banana na semana passada, fui atrás de uma outra receita pra não perder as frutas e achei uma de pudim. Arrisquei e aprovei – ficou uma delícia.

As fotos e as receitas estão aí embaixo. Mais uma vez, fiquei feliz por ter salvado algumas coisinhas de irem pro lixo, fiz economia e todo mundo ficou de barriguinha cheia. Bom, né?

Torta de Frango
2 ovos
1 xícara de maionese
2 colheres de (sopa) óleo
1 e ½ xícara de leite
½ pacote de sopa de cebola
2 e ½ xícara de farinha de trigo
Sal a gosto
1 colher (sopa) de fermento em pó

Bata todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento em pó, que deve ser misturado levemente à massa no final.

Recheio:
2 xícara de frango cozido e desfiado
2 ovos cozidos picados
½ xícara de ervilha
Meia cebola picada
1 dente de alho
Cheiro verde picado
1 tablete de caldo de galinha
Pimenta do reino a gosto
1 colher de (sopa) azeite

Faça um refogado com todos os ingredientes e espere esfriar para usar.
Em um refratário untado, coloque metade da massa, o recheio e o restante da massa por cima e leve ao forno por 45 minutos ou até dourar.

Pudim de Banana da Ana Toscano
12 bananas nanicas
2 ½ xícaras de rasas de açúcar
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa rasa de canela em pó
2 ovos inteiros
1 pitada de sal
5 colheres de sopa de açúcar para o caramelo

Caramele as 5 colheres de sopa de açúcar e espalhe em uma forma de pudim. No liquidificador bata todos os ingredientes. Despeje a massa na forma caramelada e leve ao forno em banho-maria por duas horas* ou até o pudim ficar escuro por cima. Desenforme frio e sirva gelado.
*No meu forno, assou em 40 minutos.

Anúncios

21 pensamentos sobre “Reduzir, reciclar e reutilizar

  1. Aff… e leio isso justo na hora do almoço! :)Adorei a receita do empadão, vou tentar aqui em casa.Banana é uma incognita para mim, ás vezes gosto do doce ás vezes não… vai entender! :PMas acho que vou gostar desse pudim!Vou passar agora essa receita prá minha cunhada e prá Ali que cozinha como ninguém!Toda quinta-feira vou com minha cunhada, numa casa que era da avó dela, no Alto da Boa Vista, aqui no Rio. E o que trazemos de bananas, é brincadeira! Distribuimos pela família toda. Tem muita banana na casa. Agora minha meta, é fazer uma horta.Vc acredita que os canteiros estão prontos, caprichosamente cercados com tijolos e ninguém planta????Vou começar a levar sementes essa semana!depois te conto.:)Bj

  2. Oi Cláudia, minha mãe me falava a mesma coisa, e já me pego repetindo isto para a minha filha. Mas é a realidade, não podemos desperdiçar e jogar comida fora! Aqui em casa eu também congelo tudo que sobra, e de quinze em quinze dias fazemos a ” torta de entulho”. É uma receita básica de torta salgada e vc coloca como recheio tudo que tem sobrando na geladeira: restos de carne, frango, legumes o que a imaginação mandar. E olha, fica bem gostoso! Se quiser, depois te mando a receita da massa. Beijos

  3. Gostei muito das dicas e concordo com sua mãe, comida não se despediça e essa deveria ser uma regra para todo mundo, de famílias a indústrias, produtores rurais e restaurantes. Sabia que se o desperdício que acontece entre a colheita e a chegada de ortifrutis nas quitandas fosse evitado, com isso se alimentaria toda a população que passa fome no Brasil. É isso aí,;)

  4. Oi Claúdia..pela 1º vez estou lendo teu blog,sou gaúcha e cheguei aqui atraves do blog Dona House..Parabéns pela casa,é de muito bom gosto!!Fiquei lendo,por mais ou menos 1 hora e meia…simplesmente adorei!!Beijos e parabéns pelos 3R!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s