Eu no Embu

Não briguem comigo, eu disse que iria publicar fotos da sala pronta e, por duas vezes, me esqueci de tirar as fotos, mas prometo que amanhã, vou publicar. De qualquer forma, quem entrou aqui nos últimos dias, já tem uma noção de como a sala está.

Mas, mudando de assunto, hoje vou falar sobre o meu passeio ao Embu, mais conhecidos como Embu das Artes. Essa cidade fica próxima a São Paulo e é famosa pelas lojas e pela feira de artesanato. Eu tinha muita vontade de conhecer a cidade e na edição da Casa & Jardim, que traz a querida Lu na capa, tinha inclusive um roteiro de compras da cidade.

Bem, no domingo de carnaval, sabendo da minha vontade, marido me convidou pra ir lá. Topei na hora, peguei minha carteira e meu cartão de crédito e fomos felizes da vida. (não sei se já disse aqui, mas marido também gosta muito de decoração)

Chegando lá, demos de cara com a feira, que é imensa e organizada, existe um espaço para quadros, outro para cerâmicas, antiguidades etc. Tudo muito bacana, masssss tudo muito caro! Gente, não sei se sou eu que sou muito pobre (rs) ou os preços lá são proibitivos, só sei que o Embu não é pra mim. Querem um exemplo? A primeira coisa que eu vi e que me interessou foi um kit com três cachepôs com velas perfumadas, em tamanhos diferentes, sendo que o maior era quase do tamanho de um vasinho de violetas, preço: 115 reais!! Capas de almofadas, preço: 120 reais cada. Moldura para espelho de ferro, sem o espelho, em uma medida de cerca de 30 x 50 cm, preço: 450 reais. Bem, tudo isso não é pro meu bolso!

Lá também existem inúmeras lojas de móveis de madeira de demolição e outros que são réplicas de móveis antigos, mas os preços dos móveis são quase o triplo do preço destes mesmos móveis em Campinas. No distrito de Sousas, vizinho a Campinas, um banco de madeira de demolição custa cerca de 600 reais, eu tenho um, que comprei há alguns anos atrás por cerca de 300 reais, no Embu, um banco como esses, custava entre 2.000 e 2.500 reais!

Bem, pra não dizer que voltei de mãos abanando, comprei estas rosinhas de ferro aí embaixo, que agora estão na minha mesinha de centro e que custaram 12 reais cada e também comprei o pufe pro quarto do filho por 20 reais. Esse custou bem barato – ele é um pouco menor que um pufe normal. E vou dizer, vi poucas pessoas comprando e as que vi, carregavam um pufe, porque isso sim, estava com preço excelente.

Fiquei meio decepcionada! Como disse, não sei se sou eu quem está pobre demais, mas acho que por ter se tornado famosa, por estar sempre em matérias de revistas, acho que o sucesso subiu à cabeça dos artesãos e lojistas. Sem querer desmerecer o trabalho de ninguém, boa parte do que vi lá, eu encontro na feira de artesanato de Campinas ou em Pedreira, por menos da metade do preço.


Anúncios

16 pensamentos sobre “Eu no Embu

  1. Oi Cláudia, eu acho que é isso mesmo, a fama subiu à cabeça. Eu não conheço Embu, mas tenho uma prima que mora em Sousas e sei que lá os preços são muito bom. Quer um exemplo de mineirinha? Em Tiradentes os preços são altíssimos, como em Embu,mas se você andar uns 30 km ou menos, chegará a Bichinho, uma vila que vende quase tudo que tem em Tiradentes com preços ótimos. As revistas de decoração ajudam e muito para que agente se sinta cada vez mais pobre. Bjokas querida.

  2. Tô lavada, passada e engomada.Sempre fui fã do Embu, e já fui lá fazer compras um zilhão de vezes. E desde minha mudança, que rolou no final do ano, que eu tô querendo ir, mas tá faltando tempo (leia dinheiro).Fato é que o que sempre me atraiu lá foram os preços, já comprei mesa, cadeira, aparador, tapete, velas, porta retrato, quadro… tipo de um tudo mesmo.Faz anos que não ando por lá, e me dói demais saber que a fama subiu a cabeça e que neguinho tá praticando preços abusivos.MEU MUNDO CAIU.JESUIS ME ABANA.

  3. É Clau, preços absurdos mesmo, pelo menos pra mim rs.Só o puf mesmo que foi barato hein, tô doida pra comprar um pra Mariana, mas ainda não peguei uma promoção boa por aqui.bjs,Rê

  4. Claudia , eu tb já sai decepcionada de lugares que só tem preço alto, impulsionados pela fama, não conheço ai essa feira ,mas imagino como deve ser. Não é só vc que acha caro e que não tem dimdim, acho que a grande maioria das pessoas, bjs Leila

  5. OI Cláudia, uma capa para almofada 120,00 ??!! Que espanto!! Eu não conheço esta feira, mas agora não quero nem passar perto. Vai fazer eu me sentir mais pobre ainda credo! Aqui em BH temos muitas feiras de artesanato: no centro da cidade funciona aos domintos a Feira da Afonso Pena, no mineirinho, as 5as e domintos, também tem feira ,eles dizem que é a maior feira coberta da América Latina. Os preços são um pouquinho mais altos do que na feira do centro, mas vale a pena por ser um lugar mais confortável. E ainda tem o mercado central. Nestes lugares tem muita coisa, com preços variados, atendendo a diversos bolsos, a gente tem opção da pesquisa. Fica triste não, os preços estão fora da realidade de qualquer um (menos para uma pessoa rica, né?) Pelo menos vc comprou alguma coisinha. Beijocas

  6. Nosssa!!!! Que pena hein!Quaaaaaanto? Acho que seria assim que eu perguntaria novamente, depois de ouvir o preço! Também não é para o meu bolso!As flores são lindas e o puf bem legal para o quarto de um garoto!bjk

  7. Oi Claudia!Que passeio gostoso heim, tirando os preços abusivos… Eu morro de vontade de conhecer Embu e já sei que vai ser só para passear e comprar uma besteirinha. Vai fazer 3 anos que estou morando em Campinas e ainda não fui a Sousas e nem em Pedreira, mas sei que são lugares ótimos para comprar arte e artesanato. Da região só conheço Holambra que é liiinda! Amei as rosinha e o puf!Quero ver a sala prontaaaaaaaa!Super beijo!

  8. moro aqui perto (do embu ) o que posso dizer é que durante a semana os preços são outros, nos finais de semana é aquela lei do ëxplore o turista¨o que é uma pena não. filomena

  9. Oi Claudia, eu tinha estas flores vermelhas (pintei de branco pq agora só penso no estilo provence rs) Moro super perto do embu e faz tempo que as coisas eram mais baratas e valia a pena, o problema é que todo mundo vai lá e ai eles se empolgaram e o negocio ficou “chique” alias caro, ne? mas eu acho que sempre vale a visita, nem que seja pra almoçar e ficar sentada em um bar gostoso vendo a vida passar… bjo!

  10. Olá , sempre leio seu blog e devo confessar que tb acho o Embu bem carinho , já se foi o tempo que era legal comprar lá … Fiquei curiosa sobre os endereços das feiras de artezanato que vc sitou em Campinas e Pedreira .Por favor , vc pode dizer onde ficam , fiquei com vontade de conhecer .Obrigada e parabéns pelo blog .Claudia Ellero .(cdellero@gmail.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s